SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

Vinhos Pinot Noir

GE DIGITAL CAMERA

Vamos aos vinhos Pinot Noir degustados na noite de ontem na Confraria do Vinho de São José do Rio Preto.

 

Boisset é uma coleção de propriedade familiar de vinícolas históricas e originais unidos por uma causa comum: autênticos, vinhos terroir-driven em harmonia com a sua história, o seu futuro ea terra e as pessoas essenciais para a sua existência. Com mais de vinte vinícolas históricas e de prestígio em terroirs mais proeminentes do mundo, incluindo a Côte d’Or, Beaujolais, Rhône Valley, Russian River Valley, na Califórnia e no Vale do Napa, cada casa mantém a sua única história, identidade e estilo, e todos são unida na busca de vinhos finos expressiva de seu terroir. Mais de dezessete séculos de história combinada unir as vinícolas de Boisset. Monges cistercienses plantaram  as vinhas de Le Clos Vougeot em 1110, inspirando Domaine de la Vougeraie. Bouchard Aîné & Fils construiu sua reputação famílira em Beaune desde 1750. Buena Vista Winery é primeira vinícola premium da Califórnia, fundada em Sonoma em 1857. Estes são apenas alguns exemplos da história notável da coleção Boisset.  Cada vinho JCB é conhecido por um número. E cada número tem um significado profundo para Jean-Charles Boisset, criador e homônimo da coleção s. No. 7 simboliza o momento em que Jean-Charles, com a idade de 7, sorrateiramente degustou alguns alguns Burgundies mais velhos que seus pais estavam servindo em um jantar.

JCB no. 7 2011 – elaborado com  100% Pinot Noir, selecionada entre os melhores campos em Sonoma, Califórnia. Amadurecimento de 16 meses em barricas de carvalho francês, sendo 40% novas.  Teor Alcoólico de 14,5%. A coloração é de um cereja intenso e profundo, com muito brilho e transparênc ia. Os aromas mostram complexo frutado (framboesa, cereja, groselha), toques herbáceos e algo mineral. Na boca apresenta um corpo médio, textura sedosa, com muito equilíbrio entre o frutado, os taninos, o álcool e a acidez. Um vinho elegante. Agradável e longo final frutado. Avaliação: 92/100 Pontos. Preço: R$ 470,00, na Bekaa Delicatessen.

 

Vinhateiros desde o século XVII, a família Confuron ainda têm uma estirpe de Pinot Noir nomeado por eles – Pinot Confuron. O domaine tem várias vinhas Grands Crus, bem como a vinha de Premier Cru Les Suchots, tornando-o um dos melhores domaines da Côte de Nuits. Yves Confuron segue sua tradição familiar de fermentação, dando um perfume extra no nariz devido à permanência dos talos ea colheita mais tardia. Um dos pontos fortes de vinhos Confuron Cotetidot é a sua capacidade de envelhecer e se desenvolver, devido aos baixos rendimentos e vinhas velhas que são usados, levando-os a ser mais acessível, a médio e longo prazo.

Domaine Confuron Cotetidot Saint Georges 2011 – elaborado com  100% Pinot Noir, a partir de vinhedos com cultivo orgânico, situados no norte da vila muito próximos ao Grand Cru La Tâche. Amadurecimento de 12 meses em barricas de carvalho francês. Teor Alcoólico de 13%. Sem clareamento e filtração. A coloração é de um rubi retinto, com médio brilho. Os aromas mostram framboesa, morango, cereja, amora, toques florais e especiarias picante. Na boca as sensações do olfato se repetem, num corpo médio, com taninos suaves e acidez marcante. Leve adocicado, que se mantém no final frutado. Avaliação: 88/100 Pontos. Preço: R$ 950,00, na Decanter Rio Preto.

 

A Zorzal é conhecida por possuir tecnologia de ponta para vinificar vinhos naturais de alta qualidade. Os vinhedos estão localizados em Tupungato, Mendoza. A vinícola foi projetada em quatro níveis para trafegar uvas e vinho por gravidade, sem o uso de bombas. A vinícola possui um controle de temperatura automático neozelandês, que pode ser operado por Internet a partir de qualquer lugar do mundo. Na busca de obter o melhor do terroir de Gualtallary, os irmãos Michelini inovam constantemente. Recentemente, adquiriram tanques em forma de ovo para vinificar vinhos de caráter único.

Zorzal Gran Terroir Pinot Noir 2012 – elaborado com  100% Pinot Noir, com amadurecimento de 10 a 14 meses em barricas de carvalho francês. Teor Alcoólico de 14%.  A coloração é de um rubi claro, com bom brilho. Os aromas mostram framboesa, morango, cereja, amora, baunilha, toques florais e minerais. Na boca as sensações do olfato se repetem, num corpo médio, com taninos suaves, acidez média e leve amargor. Bom final com fruta e algo mineral. Avaliação: 87/100 Pontos. Preço: R$ 101,00, na Grand Cru Rio Preto.

 

Localizada na região de Chianti , a poucos quilómetros de Florença, no município de San Casciano Val di Pesa, Azienda Agricola Fattoria di San Pancrazio teve sua origem em 1388.
A propriedade consistia em uma villa elegante, terra plantada com videiras e oliveiras e pertencia a Gianfigliazzi e família. Em 1978, toda a propriedade foi comprada pela família Nannoni – Masti. O grande avanço na gestão da propriedade se deu em 2000, quando Valentina Masti Priami com a ajuda de seu marido Simone Priami decidem se mudar para viver em e pessoalmente cuidar da Vinícola. A propriedade é base de um projeto importante restaurado e trazido para os esplendores da antiga Villa, renovando a vinha. A propriedade inclui cerca de 23 hectares de vinha produtiva inteiramente no território do Chianti DOCG. A adega foi renovada com a mais moderna tecnologia.

Pancrazio Pinot Nero 2010 – elaborado com  100% Pinot Nero com amadurecimento de 12 meses em barricas de carvalho francês de segundo uso. Teor Alcoólico de 13,5%.  A coloração é de um rubi translúcido e brilhante. Os aromas mostram frutas vermelhas  (morango, framboesa e groselha}, além de toques florais, herbáceos, defumados e de especiarias doces. No boca apresenta bom corpo , acidez vibrante, taninos finos e bom equilíbrio. Bom final persistente mostrando o frutado. Avaliação: 89/100 Pontos. Preço: R$ 152,00, na Grand Cru Rio Preto.

 

A vinícola, localizada no vale do Ahr, Alemenha, nasceu pelo casamento de Paula Meyer e Willibald Näkel. Hoje são 18 hectares geridos pelo filho Werner Näkel, sua esposa Claudia e suas filhas Meike e Dorte. São cultivadas as castas Pinot Noir (75%), Fruehburgunder – uma variedade maturação precoce de Pinot Noir (12%), Pinot Blanc (5%), Riesling (5%), outros (3%).

Meyer-Näkel Spatburgunder Dernauer Pfarrwingert 2009 –  elaborado com  100% Pinot Noir com amadurecimento de 16 meses em barricas de carvalho francês, 70% novas. Teor Alcoólico de 14%.  A coloração é de um rubi intenso, límpido e brilhante. Os aromas mostram frutas vermelhas  (cereja, framboesa e groselha}, toque floral, alcaçuz e impressões terrosas. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos firmes, acidez equilibrada e um toque de mineral. Longo final com muito frutado. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$ 570,00, na Decanter Rio Preto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.