SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

Vinhos orgânicos e biodinâmicos

biodinamica
A cada dia aumenta no mercado os vinhos titulados de orgânicos ou biodinâmicos. Quais seriam as diferenças em relação aos outros vinhos?

O vinho orgânico , também chamado de biológico, é elaborado com uvas cultivadas a partir dos princípios da agricultura orgânica, sem adição de agrotóxicos ou qualquer outro aditivo que não seja natural. Durante o processo de elaboração, contudo, poderá ocorrer adição de substâncias químicas, como ocorre nos vinhos em geral.
Os vinhedos orgânicos têm mais resistência natural e tendem a obter melhores resultados, mesmo em anos de safras ruins.É claro que a qualidade genética da uva é fundamental para que se produza um bom vinho. De um modo geral, aroma e o sabor dos vinhos biológicos são muito bons, melhores do que a média dos vinhos.
A prática orgânica existe há muito tempo e muitos vinhos famosos se utilizam dela ( o Romanée Conti, por exemplo) e vem se intensificando em função da procura crescente de produtos naturais para o consumo e a maior consciência ecológica, em relação ao uso de agrotóxicos na lavoura, poluindo o meio ambiente.
O vinho biodinâmico tem uma produção mais complexa envolvendo teorias antroposóficas junto às práticas orgânicas. Assim, leva-se em conta a polaridade dos seres vivos, o equilíbrio entre as forças materiais da terra e forças energéticas ( influência do sol , da lua e de outros astros). Muitos enterram chifre de boi com cristais de quartzo moído para manter a energia do solo na agricultura. Parece estranho mas essas práticas já foram utilizados por muitos de nossos antepassados, no mundo todo. Grande parte dos vinhos biodinâmicos são excelentes, pela sua qualidade, originalidade de características e equilíbrio.
É bom lembrar, contudo,que existem muitos vinhos convencionais maravilhosos e muitos vinhos orgânicos ou biodinâmicos horríveis. Vai depender muito da seriedade, do conhecimento e do comprometimento de cada produtor. A prática orgânica ou biodinâmica deve ser encarada com seriedade pelos consumidores e também pelos produtores, que não podem se utilizar dela apenas para uma jogada de modismo ou marketing . Ela deve ser, acima de tudo, uma proposta de estilo de vida saudável e equilibrada, em harmonia com o ambiente em que vivemos.
Vale a pena degustá-los!


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.