SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

Vinho do Porto (3)

Vintage Quinta do Portal

O Porto é um vinho licoroso, produzido na região Demarcada do Douro, sob condições derivadas de fatores naturais e humanos definidos em regulamentação própria. Pela sua alta qualidade e amadurecimento, goza do privilégio de se chamar generoso.

Os diferentes tipos de vinho do Porto:

Vinhos do Porto Brancos

São produzidos vinhos do Porto brancos Extra-Secos, Secos, Doce e Lágrima (muito doce), com tonalidades de cor que variam entre o branco pálido e o branco dourado. Nos últimos anos, os produtores têm vindo a imprimir-lhes um caráter jovem, fresco e frutado. São considerados inigualáveis aperitivos.

Vinhos do Porto Tintos

Existem vários tipos de vinho do Porto Tintos, entre os quais:

Ruby – Vinho de lotação, normalmente com idade média de 3 anos. De cor avermelhada ruby, mais ou menos intensa, apresentam-se frescos e frutados, deixando uma ligeira adstrigência na boca.

Tawny – Vinho de lotação, normalmente com uma idade média de 3 anos e cujo processo de envelhecimento foi mais acelerado do que os do tipo ruby. Mostra uma cor mais aberta, evoluída e são mais elegantes que os ruby. Na boca são agradavelmente suaves.

Reserva

Um lote de vinhos de qualidade selecionada, normalmente com uma idade média entre os 4 e os 6 anos de envelhecimento em cascos. São tintos aloirados, mais intensos, encorpados e complexos que os tawnies. Dependendo dos diferentes estilos imprimidos pelas firmas de vinho do Porto, podem apresentar-se mais ou menos evoluídos.

Com indicação de idade (10, 20, 30 e mais de 40 anos)

Cada uma destas categorias significa a média de idades dos vinhos que compõem o lote. O ano de engarrafamento deverá estar indicado no rótulo ou contra rótulo. Durante o envelhecimento, os aromas jovens, frutados e frescos vão dando lugar a um bouquet composto por aromas de torrefação, de frutos secos e especiarias. Na boca, os vinhos tornam-se mais untuosos, macios, redondos e complexos acompanhados por um aumento de persistência aromática.

Vintage

É um vinho do Porto de uma só colheita, produzido em ano de reconhecida qualidade. Com características organolépticas excepcionais, retinto e encorpado, de aroma e paladar muito finos, é reconhecido pelo IVP com direito ao uso de designação Vintage e data correspondente, nos termos da respectiva regulamentação. Retinto na cor e muito frutado, é encorpado, adstrigente e de grande persistência aromática.

LBV ou Late Bottled Vintage

É um vinho do Porto produzido em ano de reconhecida qualidade, com boas características organolépticas, embora menos potente e encorpado do que o Vintage. Tem tonalidade intensa, paladar fino e um caráter jovem e frutado.

Com data de colheita, envelhecido em madeira

É um vinho de uma só colheita, de boa qualidade. À semelhança dos vinhos com indicação de idade, os colheita também evoluem em madeira, adquirindo um bouquet de aromas de oxidação, torrefação, frutos secos e especiarias. Na boca é untuoso, macio, harmonioso e complexo.

Fonte: Maria João de Almeida

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.