SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

Pedro Ximenez

PXimenez with Albariza Soil

Um nome meio engraçado. Uma uva meio diferente. Um vinho sem igual.

Pedro Ximénez é uma uva branca, que naturalmente tem um alto teor de açúcar. Mesmo assim é muito comum submeter a uva Pedro Ximénez a processos de desidratação, antes de serem vinificadas, com o objetivo de intensificar e concentrar seus açúcares. Mas não pense, com isso, em vinhos “melados”. Altos níveis de acidez costumam equilibrar a doçura, fazendo desses vinhos verdadeiras delicadezas.

Na Espanha, a Pedro Ximénez é encontrada praticamente em todas as regiões vinícolas, em maior ou menor grau, sendo mais difundida em Córdoba, na Andaluzia. Mas é bastante presente também em Badajoz, Málaga e Valência.

Essa é uma variedade muito utilizada na produção de vinhos de algumas notórias denominações de origem espanholas, como Jerez, Málaga, Montilla-Moriles, e Valência.

Mas essa cepa também pode ser encontrada em outros países, como Argentina, Chile, Austrália, Nova Zelândia, Estados Unidos e Uruguai.

E a grafia do nome da casta também pode variar, conforme sua localização, podendo ser Pedro Ximénez, Pedro Ximenez, Pedro Ximenes, Pedro Jiménez e Pedro Giménez.

Segundo a OIV (Organização Internacional da Vinha e do Vinho), todos esses são sinôminos válidos para a mesma casta. Mas existe uma controvérsia a esse respeito, com dúvidas sobre eventuais diferenças, que descaracterizariam todas essas como uma única cepa.

Falando em polêmica, a origem do nome Pedro Ximénez também é motivo de discussão. Teria sido um cardeal espanhol chamado Pedro Ximen que teria levado a uva para a Espanha? Atualmente essa é, de todas as teorias, a menos provável. Considerando o consenso atual da origem desta uva ser mesmo a Espanha, especula-se que o seu nome remeta à vila de Jiménez, em Sanlúcar de Barrameda. Ou então, a um vinicultor notável que ajudou a propagar a variedade nessa região.

O bago da Pedro Ximénez é redondo e médio, com pele fina quase transparente, delicada e muito sensível aos climas úmidos. Os cachos são relativamente grandes. Essa vinha encontra seu habitat ideal em climas secos e quentes, onde produz vinhos generosos muito finos e de elevado teor alcoólico.

Quando vinificada em estilo seco, as notas mais comuns da Pedro Ximénez são de caráter cítrico. Mas, nos fortificados, Pedro Ximénez remete a figos, tâmaras e até a café.

Fonte: Tintos & Tantos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.