SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

Os vinhos nacionais da safra histórica de 2005

GE DIGITAL CAMERA

A  confraria Clube dos Amigos do Vinho de São José do Rio Preto realizou, ontem, a degustação da safra histórica do ano 2005 dos vinhos nacionais. E foi surpreendente a qualidade expressa pelos nossos caldos, depois de 11 anos. Vamos aos vinhos.

Villaggio Larentis Reserva Especial Merlot 2005 – elaborado com 100%Merlot, estagiou 8 meses em barricas de carvalho e 12 meses na garrafa antes da comercialização. Teor Alcóolico  de 13%. A coloração é de um vermelho rubi brilhante, com boa transparência, apresentando bordas alaranjadas, evidenciando a evolução do vinho. Os aromas são complexos, com frutas vermelhas (framboesa, ameixa, cereja), frutas passificadas, leve tostado, toques florais e baunilha. Na boca mostra um bom volume, repetindo as sensações do olfato, com os taninos macios e bem integrados à fruta. Um longo final, onde frutas passificadas se evidenciam. Avaliação: 93/100 Pontos. Preço: R$44,00, safra atual, na Vinícola. Observação: a garrafa degustada é de número 03619. Já degustamos esse vinho em outras ocasiões e ele vem tendo uma evolução crescente. Foi, sem dúvida, a grande revelação da degustação, surpreendendo a todos.

Boscato Gran Reserva Cabernet Sauvignon 2005 – elaborado com 100% da cepa, com passagem por carvalho e repouso de um ano em garrafas. Teor Alcoólico de 12,5%. A coloração é de intenso rubi com toques  alaranjados e muito brilho. Os aromas são bastante nítidos, apresentando fruta madura (ameixa, amora preta), café torrado e leve pimenta. Na boca mostra um bom corpo, com taninos maduros, integrados ao frutado e algo acidulado. Um longo final com frutas e o acidulado persistindo. Avaliação: 89/100 Pontos Pontos. Preço: R$ 115,90, na VinhosNet. Observação: degustamos  esse vinho em outras ocasiões e ele se apresentava bem superior. Decepcionou.

Boscato Anima Vitis 2005 –  elaborado com as  Cabernet Sauvignon, Merlot, Ancellotta, Refosco e Alicante Bouschet, com baixíssima produção das videiras. Teor Alcoólico de 13%. Passagem de 13 meses em carvalho e 28 meses em garrafa antes da comercialização. A coloração é de um intenso rubi, com halos alaranjados, bom brilho e muita transparência. Os aromas são complexos onde se sobressaem as frutas vermelhas maduras, licor de cassis, frutas passificadas, especiarias, algo tostado e toques herbáceos. Na boca apresenta um bom corpo, carnudo, com taninos macios, leve adstrigência e uma persistência longa, onde as frutas se pronunciam. Atendendo sugestão do enólogo, decantamos o vinho por quatro horas. Avaliação: 93/100 Pontos. Preço: R$ 201,00, na Vinhos & Vinhos. Observação: degustamos  esse vinho em outras ocasiões mostrando uma permanente evolução. Isso se confirmou nessa degustação. Vai continuar evoluindo.

Maximo Boschi Cabernet Sauvignon 2005 – elaborado com 100% Cabernet Sauvignon, passando por um longo processo de amadurecimento (20 meses em tanques de inox, 11 meses em barricas de carvalho francês e outros 24 meses de afinamento na garrafa). Teor Alcoólico de  12,5%. A coloração é de um intenso e brilhante rubi, com halos alaranjados. Os aromas são complexos e intensos, mostrando frutas negras, pimenta, frutas caramelizadas, chocolate e tabaco. Na boca apresenta um bom corpo, repetindo as sensações do olfato, com taninos doces e suaves, bem integrados e em harmonia com a acidez e o álcool. Muito equilibrado. Longo final, com chocolate e frutado, muito agradável. Avaliação: 91/100 Pontos. Preço: R$125,50, na VinhosNet . Observação:  O vinho expressa a proposta dos enólogos em comercializar o produto quando ele estiver na plenitude de seu equilíbrio. Confirmando degustações anteriores, apresenta boa evolução.

Storia 2005 – elaborado com 100% Merlot, passando por 12 meses em Carvalho Francês e 18 meses em Cave. Teor Alcoólico de  14,5%. A coloração é de um rubi com reflexos alaranjados, indicando sua evolução. Os aromas mostram muita complexidade, com frutas negras e vermelhas, especiarias finas, café, chocolate, couro e notas balsâmicas. Na boca apresenta um corpo bem estruturado, com taninos macios em  perfeito equilíbrio com o álcool e a fina acidez. Longo final com toda sua estrutura e notas balsâmicas se mostrando. Avaliação: 94/100 Pontos. Preço: R$200,00 (a safra 2010, na Casa Valduga). Observação: ícone da vinícola, é elaborado apenas em safras excepcionais e possui tiragem limitada. É um grande vinho, confirmando as premiações internacionais que vem recebendo. Um Merlot que mostra a melhor expressão da casta.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.