SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

Os vinhos de Washington e Oregon

GE DIGITAL CAMERA

O estado de Washington, situado logo acima do Oregon, abriga uma região vinícola com produção expressiva e qualidade crescente. Apresenta uma importante divisão em torno do rio Columbia, com relação ao clima: uma voltada para o oeste, temperada e úmida pela influência do Oceano Pacífico; outra mais para o interior, leste, continental, com verões tórridos e invernos rigorosos. O Columbia Valley abriga um bom número de vinícolas, algumas destacadas. Possui uma sub-região comunal chamada YAKIMA VALLEY com os vinhedos mais antigos. Outra sub-região famosa é WALLA WALLA VALLEY, mais ou menos com as mesmas características da anterior, quente e úmida e HORSE HEAVEN HILLS.Ao longo das margens do rio Columbia, nasceu a vinícola Columbia Crest que abriu suas portas em 1983 para o lançamento de seu primeiro vinho, o Horse Heaven Hills da casta Merlot, originário do primeiro vinhedo plantado em 1978. O nome do vinho Horse Heaven Hills é uma homenagem ao distrito de mesmo nome onde se localiza a vinícola tendo sido reconhecido oficialmente como AVA sub-regional.

Vamos aos vinhos.

H3 Horse Heaven Hills Merlot 2009 – produzido pela Columbia Crest, elaborado com 96% Merlot, 3% Cabernet Sauvignon  e 1% Malbec. Amadurecimento de 14 meses em carvalho. Teor alcoólico de 14,5%.A coloração é de um intenso e brilhante rubi.Os aromas  mostram intenso frutado adocicado, chocolate, nítido tostado, notas de especiarias (canela, cravo e tomilho) e toques florais (rosa). Na boca apresenta um corpo médio, repetindo as sensações do olfato, em meio à perfeita harmonia entre álcool, acidez e adstringência conferida por taninos marcantes de muito boa qualidade, além de toque mineral. Final longo, com o frutado adocicado se mantendo. Avaliação:  92/100 Pontos. Preço:  R$ 120,00, na Winebrands. Observação: um  corte bordalês, conhecido nos EUA como “heritage”, sendo uma verdadeira expressão do terroir . Vinho com muito equilíbrio e harmonia, que pede segunda taça.

Columbia Crest Grand Estates Syrah 2011 – produzido pela Columbia Crest, elaborado com 85% Syrah, 13% Grenache e 2% Viognier. Amadurecimento de 14 meses em 60% barricas de carvalho francês e 40% barricas de carvalho americano. Amadurecimento:  14 meses em 60% barricas de carvalho francês e 40% barricas de carvalho americano.Teor Alcóolico de 14,5%. A coloração é de um púrpura intenso, com muito brilho. Os aromas mostram frutas negras, tostado,couro, especiarias (alcaçuz) e algo floral. Na boca apresenta um corpo médio, repetindo as sensações do olfato, com taninos firmes e bem integrados. Leve amargor e adocicado. Final longo, com o frutado adocicado se mantendo. Avaliação:  89 /100 Pontos. Preço:  R$ 120,00, na Winebrands. Observação:  vinho elegante  e gastronômico, com expressão do terroir

Chateau Ste Michelle Syrah 2011 – produzido por Chateau Ste Michelle Vineyards, elaborado com 97%  Syrah e 3%  de Viognier, Mourvedre e Grenache. Amadurecimento:  18 meses em barricas de carvalho americano e francês, 32% novas.Teor Alcóolico de 13,5%. A coloração é de um  rubi com reflexos violáceos e muito brilho. Os aromas mostram frutas vermelhas, compotas, chocolate amargo, cravo-da-índia e leve toque floral. Na boca  apresenta um bom corpo, repetindo as sensações do olfato, com taninos firmes e bem integrados e leve adstringência .Final  longo, com  frutado e chocolate amargo. Avaliação:  91 /100 Pontos. Preço:  R$ 113,00, na Winebrands. Observação: vinho agradável, fácil de beber. Obteve 90 Pontos do Wine Spectator.

Walter Clore Private Reserve 2010 – produzido pela Columbia Crest, elaborado com :  53% Merlot, 36% Cabernet, 11% Cabernet Franc, vinhedos localizados no Wahluke. Amadurecimento:  26 meses, 100% barricas novas de carvalho francês. Teor Alcóolico de 14,5%. A coloração é de um  púrpura intenso, com muito brilho. Os aromas mostram frutas negras, tostado, caramelo, especiarias  e algo de baunilha. Na boca apresenta um bom corpo, intenso, com frutado e caramelo bem integrados aos taninos potentes. Muito equilibrado. Final  longo, com o frutado , tostado e baunilha se mostrando. Avaliação:  93 /100 Pontos. Preço:  R$245,00, na Winebrands. Observação:   vinho no clássico estilo Bordeaux, para um acabamento suave, mas poderoso e complexo. É pura elegância.

A Erath Winery está localizada próximo a Oregon City, no norte do Willamette Valley. São seus proprietários Bruce Weber e Ginny. Eles plantaram clones de Pinot Noir provenientes de Pommard e Wadensvil, em 1987. São 4 hectares no vinhedo de Leland.

Erath Leland Pinot Noir 2011- elaborado com 100% de Pinot Noir. Amadurecimento:  15 meses em barricas de carvalho francesas, sendo 40% novas. Teor Alcóolico de 14,5%. A coloração é de um  vermelho cereja brilhante. Os aroma mostram cereja, morango, groselha, framboesa e toques de baunilha. Na boca apresenta um corpo fino, com taninos macios e bem integrados ao frutado que repete o olfato. Final longo, com frutado agradável, e um leve mineral. Avaliação:  91/100 Pontos. Preço:  R$ 346,00, na Winebrands. Observação: o vinho tem aromas e sabores riquíssimos e reflete o melhor do terroir do Pinot Noir, do Oregon.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.