SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

Os vinhos da degustação especial Douro versus Duero

20190316_110945

Uma excelente noitada na Confraria do Vinho de São José do Rio Preto, com a degustação de vinhos do Douro e do Duero. Vamos ao vinhos.

A produção de vinhos é uma tradição familiar para Domingos Alves de Sousa. Seu pai (Edmundo Alves de Sousa) e avô (Domingos Alves de Sousa) tinham já sido vitivinicultores do Douro.Ele não iniciou de imediato a sua vida profissional no negócio de família; foi por muito tempo fornecedor de uvas para a Casa Ferreirinha e a Sociedade dos Vinhos Borges, duas tradicionais casas da região. Engenheiro formado, Domingos abandonou a carreira em 1987 para se dedicar à vitivinicultura, tradição em sua família em terras do Douro. Mas sua primeira decisão foi a de deixar de ser um fornecedor de Vinhos do Porto para grandes exportadores, passando a se dedicar ao desenvolvimento de vinhos tranquilos do Douro. Atualmente, Domingos planta 130 hectares de vinhas, em 5 quintas:   Quinta da Aveleira: foi aqui que nasceu Domingos; muito embora tenha sido herdade por outro ramo da família, Domingos mais tarde a comprou de volta; situada em cotas altas, é a aposta do produtor para as uvas brancas;  Quinta das Caldas: com 6 hectares, também foi adquirida por Domingos, e tem uma importância histórica por ter pertencido à famosa D. Antonia, a Ferreirinha;  Quinta da Estação: são 4 hectares de excelente exposição debruçados na margem direita do Douro;   Quinta da Gaivosa: a mais emblemática das propriedades do produtor, possui 25 hectares com vinhas de mais de 60 anos e foi onde tudo começou e onde está localizada a adega e  Quinta do Vale da Raposa: contígua à Gaivosa, esta quinta possui 12 hectares de vinhas velhas e 6 hectares de vinhas mais recentes. Domingos conta com o auxílio de seu filho Thiago, enólogo residente, formado pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, e com a consultoria de um dos mais reputados enólogo portugueses, Anselmo Mendes.

Quinta da Gaivosa 2015 – elaborado com Tinta Roriz, Touriga Franca, Tinto Cão, Touriga Nacional, Tinta Barroca, Sousão, Tinta Amarela, Tinta Francisca, Rufete e mais outras dezenas de castas, com amadurecimento de 15 meses em barricas de carvalho francês, 50% novas e 50% de 2ª passagem. Teor Alcoólico de 14,5%. A coloração é de um rubi intenso, com muito brilho. Os aromas mostram morango, ameixa, amora, mírtilo, toques florais, especiarias finas, tabaco e algo de balsâmico. Na boca apresenta bom corpo, com taninos bem integrados e acidez pontual. Leve adstringência e toque mineral. Longo final com frutado e toque floral e leve madeira. Avaliação: 93/100 Pontos. Preço: R$ 465,00

Alves de Sousa Reserva Pessoal 2008 – elaborado com Tinta Roriz, Touriga Franca, Tinto Cão, Touriga Nacional, Tinta Barroca, Sousão, Tinta Amarela, Tinta Francisca, Rufete e mais outras dezenas de castas, provenientes de vinhas com mais de 60 anos,  com amadurecimento de 16 meses em barricas francesas novas mais 80 meses em garrafas. Teor Alcoólico de 13,5%; A coloração é de um rubi intenso e briljante. Os aromas mostram Frutas negras, frutas passificadas, licor de cereja, eucalipto, especiarias e algo mineral. Na boca apresenta um bom corpo, repetindo as sensações do olfato, com taninos firmes e acidez equilibrada. Longo final com o toque mineral se mostrando. Avaliação: 91/100 Pontos. Preço: R$ 622,00.

A Quinta do Portal é uma empresa familiar que iniciou seu projeto na região do Douro no início dos anos 1990. Sua origem está na impressionante fazenda centenária, onde a família elaborava vinhos desde o Século XIX. A atual bodega de Quinta do Portal foi construída na propriedade e está localizada em um ponto que permite dominar a paisagem criada pelos vinhedos, que são, evidentemente, os protagonistas desta bodega. São eles cultivados com o conceito de sustentabilidade e mínima intervenção, em um sistema de cultivo que tem o objetivo de produzir uvas de alta qualidade, mediante à utilização de recursos naturais e mecanismos que substituem os produtos químicos e contaminantes, garantindo assim uma agricultura sustentável. Os vinhos de Quinta do Portal procuram expressar a diversidade do Douro, sua grande riqueza de variedades, a diferença de altitude ao longo do rio, as diferentes orientações e exposições solares e a pluralidade de seus solos, que compõem um mosaico de “terroirs” único. Estas características destacam a bodega e sua contínua inovação, em busca de melhorar e evoluir sempre seus vinhos. Em cada colheita, são feitas experiências e microvinificações que procuram diferenciar os vinhos, que procedem das mãos de Paulo Coutinho, enólogo da bodega desde 1994.

Quinta do Portal Grande Reserva 2007 – elaborado com Touriga Nacional (60%), Tinta Roriz (30%) e Touriga Franca (10%), com maturação de 14 meses em barris novos de carvalho francês e mais 24 meses em garrafa antes da comercialização. Teor Alcoólico de 15%. A coloração é de um rubi intenso e brilhante. Os aromas mostram amora, ameixa, cereja negra, tosta, amadeirado e  especiarias. Na boca apresenta um intenso corpo, com taninos potentes, acidez equilibrada, repetindo as sensações do olfato. Longo final frutado com o tostado se manifestando. Avaliação: 91/100 Pontos. Preço: R$ 348,00.

Dominio de Cair , sob o comando do enólogo Juan Luis Cañas , é um novo desafio que é resumido em um objetivo, para  fazer grandes vinhos em uma terra excepcional, a Ribera del Duero . Um projeto que nasceu da paixão pela vinha e que culmina com a criação desta adega. Uma terra, Ribera del Duero, que Juan Luis viajou muitas vezes para encontrar seus vinhedos sonhados. Vinhas antigas, algumas da idade centenária. A partir desta base, Bodegas Dominio de Cair foi criado em 2008. Uma adega moderna, de arquitetura de vanguarda, em que nada é o resultado do acaso, tudo nele é projetado para o que realmente importa, condições ideais para criar vinhos de excepcional qualidade.

Domínio de Cair  Crianza 2013 – elaborado com 100% Tempranillo , vinhedos com 42 anos de idade média, com amadurecimento de 14 meses em barricas novas (20%) de carvalho francês e americano , mais 6 meses em garrafas. Teor Alcoólico de 14,5%. A coloração é de um rubi de média concentração, bordas purpúreas e muito brilho. Os aromas mostram fruta vermelha, frutas secas, cedro, chocolate amargo, café e couro. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos firmes, repetindo as sensações do olfato. Longo final frutado com o tostado se mostrando. Avaliação: 93/100 Pontos. Preço: R$ 392,00.

O Real Sitio de Ventosilla, Prado Rey, fica em Ribera Del Duero. É a maior extensão vitícola da região, com 520 hectares, divididos em 7 pagos, plantados a partir de 1989. A história da Bodegas Prado Rey remonta a 11 de setembro de 1503, quando a rainha Isabel a propriedade que,  na época pertencia, ao Conde de Ribadeo. Anos mais tarde, o Rei Carlos I doou a propriedade ao Marquês de Denia que construiu o palácio onde Felipe III e gostava de ir caçar e apreciar os ventos suaves e clima da região, daí o nome “Real Sito de Ventocilla “. Passaram vários séculos até que a propriedade passou para as mãos dos atuais proprietários, a família Cremades. Desde  a época da realeza, foram  desenvolvido, em seus mais de três mil hectares, produtos agrícolas e assim continuou até o presente, onde cerca de 520 hectares são dedicados exclusivamente ao cultivo de uvas. Vinícolas Real Sítio de Ventosilla tem a maior área de vinhas em toda a Denominação de Origem Ribera del Duero. Em 1989 foi feita a primeira plantação de vinhas e a adega foi construída até 1996. As vinhas estão dispostas em treliças que são irrigados por gotejamento e a adega foi construída em uma encosta que permitiu que um semienterramento, como as adegas antigas conseguindo manter as temperaturas de controle, umidade como ambiente ideal para o amadurecimento dos vinhos.  Interessante é o trabalho e os cuidados que se faz no ambiente através de ações e projetos. A construção de uma barragem em 1924 tornou-se um parque de energia autossustentável, além de parque de energia solar.

PradoRey Elite 2014 – elaborado com 100% Tinta Fina Elite (um antigo clone de Tempranillo selecionado com exclusividade pelo Real Sitio de Ventosilla).  Amadurecimento de 14 meses em barricas novas de carvalho francês e americano (20%). Teor Alcoólico de 14%. A coloração é de um rubi concentrado com muito brilho. Os aromas mostram muita complexidade com frutas negras, frutas em compota, especiarias doces, notas minerais, balsâmicas e algo de tostado. Na boca repete a complexidade olfativa, com taninos firmes e muita harmonia. Longo final com as frutas em compota se mostrando. Avaliação: 93/100 Pontos. Preço: R$ 690,00.

Bodegas Arzuaga Navarro é uma vinícola familiar , fundada no início dos anos 90, por Florentino Arzuaga. Sua Crianza , Reserva e Gran Reserva estão entre os vinhos  de maior prestígio na região.Localizada em La Fábrica , Quintanilla de Onésimo (Valladolid) , goza de uma localização privilegiada para o cultivo de uvas , produzindo vinhos de alta qualidade e oferecendo uma estadia memorável no hotel cinco estrelas.Na fazenda de 1.400 hectares há espaço para vinho , animais (javalis e veados )e árvores (zimbro, carvalhos e pinheiros )que oferecem um  constante contato com a natureza. São cultivados 140 hectares de vinhedos sendo Tinto Fino ou Tempranillo 125 hectares, Cabernet Sauvignon 10 hectares  e Merlot e 5 hectares. Bodegas Arzuaga Navarro produz as linhas Gran Arzuaga, Gran Reserva, Amaya, Reserva Especial, Reserva, Crianza, La Planta, Fan D’Oro, Txapana e Pago Florentino (em La Mancha).

Arzuaga Navarro Gran Reserva 2001 – elaborado com 95% Tempranillo e 5% Cabernet Sauvignon e Merlot (vinhedos de 75 a 90 anos), com amadurecimento de 40 meses em barricas novas de carvalho francês com três trasfegos durante esse período. Teor Alcoólico de 14%. A coloração é de um granada concentrado e brilhante. Os aromas mostram-se muito complexos, com figos e cerejas passificados, folhas de tabaco, café, couro e notas balsâmicas. Na boca a complexidade do olfato se repete, em grande intensidade, em meio a taninos e acidez bem integrados, que continuam no longo final. Avaliação: 92/100 Pontos. Preço: R$1.560,00.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.