SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

Os vinhos da degustação de janeiro do Clube dos Amigos do Vinho

GE DIGITAL CAMERA

Vamos aos vinhos degustados no Clube dos Amigos do Vinho

Fundada no ano de 1251, a Vinícola Castelo Ravensburg está entre as mais antigas da Alemanha e do mundo! A família Göler von Ravensburg foi uma das primeiras famílias de Baden a produzir vinho e representa 750 anos de tradição vinícola. A inspiração para os vinhos da Vinícola Castelo Ravensburg surge nos vinhedos e suas localizações. Conduzidos por um senso criterioso de qualidade, colecionam 3 estrelas no Eichelmann, 2 uvas no Gault Millau e 3 estrelas no Vinum. Os vinhedos “Dicker Franz, Husarenkappe e Löchle” alcançaram fama mundial por serem Denominações de Origem equivalentes aos “Grand Crus” franceses. Essas denominações são chamadas na Alemanha “Grosses Gewächs” ou “Grosse Lagen” e são regulamentadas por uma comissão chamada VDP. Somente os melhores vinhedos são autorizados pela VDP a carregarem o nome de single-vineyard.

Freiherr von Göler Lemberger Trocken 2010 – elaborado com 100% Lemberger, com amadurecimento de 6 meses em carvalho. Teor Alcoólico de 12,5%. A coloração é de um rubi médio, com nuances violáceos e muito brilho. Os aromas mostram framboesa, cereja, morango e leve floral. Na boca apresenta um corpo médio, com taninos suaves, bem integrados ao frutado, acidez equilibrada e algo de mineral. Bom final com o toque mineral se mostrando. Avaliação:88/100 Pontos. Preço: R$ 124,00.

Weingut Burg Ravensburg 2008 – elaborado com 100% Lemberger, com amadurecimento de 6 a 9 meses em grandes tonéis de carvalho. Teor Alcoólico de 13,5%. A coloração é de um  rubi intenso com reflexos púrpura. Os aromas mostram cereja, cassis, café e cacau. Na boca apresenta um bom corpo, taninos suaves e bem integrados ao frutado, acidez equilibrada, repetindo as sensações do olfato. Bom final frutado, com o cacau se mostrando. Avaliação: 92/100 Pontos. Preço: R$173,00.

Weingut Burg Ravensburg Dicker Franz 2008 - elaborado com 100% Lemberger, com amadurecimento de 15 meses em carvalho. Teor Alcoólico de 13,5%. A coloração é de um  rubi intenso e brilhante. Os aromas mostram cereja preta, cassis, café e cacau. Na boca apresenta um bom corpo, taninos firmes e bem integrados ao frutado, acidez equilibrada, leve adstringência,  repetindo as sensações do olfato. Longofinal frutado, com o café se mostrando. Avaliação: 90 /100 Pontos. Preço: R$ 297,00.

 

Kauzo Estates foi criado por um grupo de amigos com uma paixão compartilhada: o amor pelo vinho. Possuem três fazendas, duas em La Consulta e uma em Altamira, no Valle de Uco, Mendoza, Argentina. A fazenda centenária (La Consulta, Valle de Uco), criada em 1853,  e as vinhas Malbec foram trazidas pela primeira vez para a Argentina da França,  e plantadas em 1910. A segunda vinha mais recente tem 10 anos (plantada em 2007). E a terceira vinha do Malbec é uma vinha de alta densidade e 4 hectares plantada em 1999 em Altamira.

1853 Old Vine Estaste Grand Reserve Malbec 2012 – elaborado com 100% Malbec, com amadurecimento de 24 meses em barricas de carvalho francês, depois mais 12 meses na garrafa. Teor alcoólico de 15%. A coloração é de um rubi  intenso e com muito brilho. Os aromas mostram frutas negras (amora,cassis e ameixa), geleias, notas florais, eucalipto, pimenta negra e especiarias doces, lembrando cravo. Na boca apresenta  um bom corpo, com o frutado repetindo o olfato, taninos de boa textura, firmes e integrados, boa acidez que remete a toques mentolados. Longo final com o frutado e o toque mentolado se mostrando. Avaliação: 91/100 Pontos. Preço: R$ 225,00

 

Abremundos surgiu de uma filosofia de elaboração baseada no respeito genuíno pela natureza. Pedro Aznar e Marcelo Pelleriti, amantes do vinho e da música, acreditam profundamente na importância do dinamismo e dos contrastes, no impulso e entusiasmo do dia e na quietude e no silêncio da noite. Este conceito se reflete fielmente nos vinhos desta adega, criados de maneira artesanal com base em cuidados bem planejados, sem pressa ou precipitação. Marcelo Pelleriti (o primeiro enólogo argentino a chegar a 100 pontos, Robert Parker) e Pedro Aznar, um dos músicos mais talentosos da América Latina. O encontro entre os dois ocorreu em 2012 e, posteriormente, as bases do Abremundos não cessaram de se solidificar.

Abremundos 8 Octava Bassa Malbec 2014 – elaborado com 100% Malbec, com amadurecimento de 16 meses em barris franceses. Teor Alcoólico de 14%. A coloração é de um rubi intenso e profundo. Os aromas mostram fruta vermelha, notas picantes , toques ligeiramente terrosos e alguns torrados . Na boca apresenta bom corpo, repetindo as sensações frutadas do olfato, taninos intensos e bem integrados, acidez equilibrada. Longo final com intenso frutado com tostado se mostrando. Avaliação: 93/100. Preço: R$ 124,00.

 

Marcelo Pelleriti conseguiu se tornar uma referência para a enologia mundial. Sua carreira levou esse jovem profissional argentino a ficar entre os melhores e hoje é o único enólogo da América Latina a obter 100 pontos Robert Parker. Tem mais de 30 vinhos de experiência entre a Argentina e a França. Marcelo é atualmente o Winemarker na adega de Monteviejo, localizado no campo do Clos de los 7 em Tunuyan, uma das áreas privilegiadas para a viticultura em Mendoza. Por mais de 15 anos voltado para as vinhas de Bordeaux, de Chateau La Violette e Chateau Le Gay, ambos de propriedade da família Pere-Verge. Ele conseguiu o que muitos sonham, atingindo 100 pontos pelo principal crítico mundial de vinho Robert Parker. A pontuação perfeita foi para o seu vinho, Chateau La Violette 2010, um Merlot produzido em Pomerol. Pelleriti foi o primeiro emólogo argentino a receber esse reconhecimento. Além disso, ele também recebeu 99 pontos pela mistura Merlot / Cabernet Franc Chateau Le Gay.

Pelleriti Selection Grand Reserve Blend of Terroir 2013 – elaborado com 93% de Malbec, 5% de Cabernet Sauvignon e 2% de Syrah, fermentação utilizando leveduras nativas. com amadurecimento de 20 meses em barricas de carvalho francês. Teor Alcóolico de 15%. A coloração é de um rubi intenso e profundo. Os aromas mostram frutas negras e vermelhas, frutas compotadas, pimenta, tostado, algo de mineral e alcaçuz. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos potentes, acidez  e adstringência equilibradas, repetindo as sensações do olfato. Longo final frutado com o toque mineral se mostrando. Avaliação: 92/100. Preço: R$ 225,00.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.