SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

Os espanhóis do sábado na Bekaa

GE DIGITAL CAMERA

O tradicional sábado na Bekaa,  com Sérgio Musolino no comando, apresentou vinhos da Espanha. Uma excelente seleção comercializada a preços especiais aos participantes. Vamos aos vinhos.

 

A família Raventós fundou a Codorníu, em 1.551, mas a Raventós i Blanc só surgiu em 1.986. A vinícola lembra um château, cercado de vinhedos (20% das uvas são compradas). O objetivo do projeto  é se concentrar na qualidade, e os vinhos mostram a habilidade advinda de uma longa experiência no ramo. Além das cepas usadas para fazer Cava, a vinícola também tem um pouco de Chardonnay, Cabernet Sauvignon, Pinot Noir e Monastrell, esta última pouco comum na região .

Raventós i Blanc Elisabet Raventos Cava 2005 – elaborada com Xarel.lo 67%,  Chardonnay 23% e Monastrell 10%, com passagem de cinco anos sobre as leveduras naturais. Teor Alcoólico de 12%. A coloração é de um palha brilhante com nuances douradas e perlage fina e delicada.  Os aromas mostram nota tostada, toques cítricos e minerais, com algo amanteigado.  Na boca repete as sensações elegantes do olfato, com muita cremosidade, frescor e acentuada mineralidade. Longo e agradável final, com os toques cítricos se mostrando. Avaliação: 92/100 Pontos. Preço: R$ 263,00.

 

Luis Cañas  estabeleceu-se em 1928 na Rioja Alavesa, sub-zona caracterizada pela produção de vinhos muito aromáticos. Conduzida pelo herdeiro da família, Juan Luis Cañas, a bodega teve um sopro de modernidade, com modernos métodos de produção, respeito ao meio ambiente e uma nova nave de barricas para o amadurecimento. A vinícola se insere cada vez mais na elite dos melhores produtores dessa nobre zona espanhola. Valendo-se de um extremo conhecimento nos 90 hectares de vinhedos próprios, a viticultura praticada é racional, ou de valorização ao equilíbrio entre as vinhas e o meio ambiente, com a colheita feita de forma setorizada em videiras com idade média de 40 anos. Os vinhos da Luis Cañas são marcados pela elegância, com frutado generoso, de grande pureza num conjunto harmônico, rico e muito complexo.

Luis Cañas Blanco Fermentado em Barrica 2015 – elaborado com de 85% de Viura e 15% Malvasia com mais de 60 anos de idade. Amadurecimento de 4 meses sobre as lias em barricas novas de carvalho francês (75%) e americano (25%), com bâtonnages. A coloração é de um palha intenso e cristalino. Os aromas mostram citrinos (lima), melão, nota floral picante, frutas de caroço e leve  mineral. Na boca as sensações do olfato se repetem com algo de gengibre integrado. Longo lembrando limão e gengibre , com agradável sensação. Avaliação: 89/100 Pontos. Preço: R$ 95,00.

Luis Cañas Reserva 2011 – elaborado com 95% Tempranillo, 5% Graciano, de 40 anos de idade. Amadurecimento de 18 meses em barricas 60% de carvalho francês e 40% em carvalho americano, com alguns barris de o segundo ano de uso, e 18 meses em garrafa.  Teor Alcóolico de 14,5%. A coloração é de um vermelho rubi intenso, com muito brilho e transparência vermelhas (cereja,  amora, morango), cacau, café  e notas balsâmicas. Na boca as sensações do olfato se repetem,  num corpo médio, com taninos suculentos e  notas lácticas sutis. Longo final frutado com balsâmico se mostrando.  Avaliação: 91/100 Pontos. Preço: R$ 232,00

 

Amaren, “o vinho da mãe”, nasceu com a colheita de 1995 como homenagem a Ángeles, mãe do vinicultor Juan Luis Cañas. AMAREN, que no basco significa “de la madre”, foi o primeiro vinho pensado, fabricado e comercializado por Bodegas Luis Cañas para colocá-lo entre os vinhos mais destacados do país. Em 2009, Juan Luis Cañas vê seu sonho se tornar realidade, dedicando não apenas um vinho, mas uma adega inteira a sua mãe: Bodegas Amaren.

Amaren Crianza 2013 – elaborado com 85% Tempranillo e 15% Garnacha, vinhedos com idade média de 35 anos. Amadurecimento de 12 meses, sendo 50% de barris novos de carvalho americano e 50% de barris de segundo ano de carvalho francês. Teor Alcoólica de 14%. A coloração é de um rubi intenso e brilhante. Os aromas mostram frutas vermelhas (framboesa, cereja, amora), especiarias (cravo), toques florais e baunilha. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos firmes, bem integrados, acidez equilibrada e leve mentolo. Bom final frutado com a baunilha se mostrando.  Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$ 157,00.

 

Real Sitio de Ventosilla, Prado Rey, fica em Ribera Del Duero. É a maior extensão vitícola da região, com 520 hectares, divididos em 7 pagos, plantados a partir de 1989. A história da Bodegas Prado Rey remonta a 11 de setembro de 1503, quando a rainha Isabel a propriedade que,  na época pertencia, ao Conde de Ribadeo. Anos mais tarde, o Rei Carlos I doou a propriedade ao Marquês de Denia que construiu o palácio onde Felipe III e gostava de ir caçar e apreciar os ventos suaves e clima da região, daí o nome “Real Sito de Ventocilla “. Passaram vários séculos até que a propriedade passou para as mãos dos atuais proprietários, a família Cremades. Desde  a época da realeza, foram  desenvolvido, em seus mais de três mil hectares, produtos agrícolas e assim continuou até o presente, onde cerca de 520 hectares são dedicados exclusivamente ao cultivo de uvas. Vinícolas Real Sítio de Ventosilla tem a maior área de vinhas em toda a Denominação de Origem Ribera del Duero. Em 1989 foi feita a primeira plantação de vinhas e a adega foi construída até 1996. As vinhas estão dispostas em treliças que são irrigados por gotejamento e a adega foi construída em uma encosta que permitiu que um semienterramento, como as adegas antigas conseguindo manter as temperaturas de controle, umidade como ambiente ideal para o amadurecimento dos vinhos.  Interessante é o trabalho e os cuidados que se faz no ambiente através de ações e projetos. A construção de uma barragem em 1924 tornou-se um parque de energia autossustentável, além de parque de energia solar

PradoRey  Red Tempranillo-Merlot 2016 -  elaborado com : 95% Tempranillo e 5% Merlot, com amadurecimento de  3 meses em tanques de inox. Teor Alcoólico de 13%. A coloração é de um púrpura brilhante. Os aromas mostram fruta vermelha *framboesa, ameixa, amora), caramelo, alcaçuz e toque floral. Na boca apresenta um corpo médio, com taninos siaves, acidez equilibrada e algo picante. Médio final frutado com pimenta se mostrando.  Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$ 70,00

 

Viñas y Adegas Muñoz está localizada a 60 km de Madrid, na cidade de Noblejas, Província de Toledo. De longa tradição familiar ,se adaptou aos novos tempos, tornando-se referência de adegas modernas de La Mancha. Bienvenido Muñoz Pollo, agrônomo e mestre em enologia e viticultura dirige a adega, que tem centrado a sua produção em vinhos de qualidade. Muñoz distribui seus vinhos em mais de trinta países. O reconhecimento da qualidade dos vinhos é garantido pelos inúmeros prêmios conquistados em concursos nacionais e internacionais.

Artero Reserva 2013 – elaborado com 65% Tempranillo e 35% Merlot, com amadurecimento de 12 meses em barricas de carvalho francês e americano de 1º, 2º e 3º usos. Teor Alcoólico de 14%. A coloração é de um rubi intenso com halos alaranjados, Os aromas mostram frutas vermelhas, frutas passificadas, tostado e toque balsâmico. Na boca apresenta um bom corpo, taninos médios e acidez equilibrada, com muita fruta passa. Longo final frutado, com o toque balsâmico se mostrando. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$ 100,00

Legado Muñoz Garnacha 2016 – elaborado com 100% Garnacha, com amadurecimednto de 3 meses em barricas de carvalho americano e 3 meses em garrafa. Teor Alcoólico de 13,5%. A coloração é de um rubi médio, com halos violáceos e muito brilho. Os aromas mostram morango, framboesa, amora, baunilha, toque floral e leve  especiarias (noz-moscada, pimenta). Na boca apresenta um corpo médio, com taninos suaves e bem integrados ao frutado e acidez equilibrada. Médio final com o frutado se mostrando. Avaliação: 88/100 Pontos. Preço: R$ 51,00

 

A Finca Bolandín, onde fica a vinha, a Bodega Pago sw Cirsus, o Hotel-Chateau e o Restaurante Pago de Cirsus, está localizada no município de Ablitas, no extremo sul da Comunidade Foral de Navarra, na Espanha; a uma altitude de 395 metros acima do nível do mar. A fazenda é um único campo de vinhas com atributos únicos que o tornam diferente de qualquer outra vinha, tanto por suas características do “Terroir” ou meia vinha em que se baseia, bem como as cuidadas técnicas de cultivo utilizadas, a fim de obter uvas e vinhos da mais alta qualidade, típicos do território em que são obtidos e com propriedade típica ou pago. Com 220 hectares, a fazenda é composta por 136,7 hectares de vinha plantada no ano 2000, com as  seguintes variedades: Chardonnay. Muscat Grano Menudo, Carbenet Sauvignon, Merlot,  Syrah,  Tempranillo e Garnacha.

Pago de Cirsus Vendimia Seleccionada 2014 – elaborado com Tempranillo, Merlot e Syrah, vinhedos da Finca Bolandín, em Navarra – Subzona de Ribera Baja. Amadureceu por 12 meses em barricas novas de carvalho francês. Teor Alcoólico de 14,5%. A coloração é de um rubi profundo, com halos violáceos. Os aromas mostram frutas negras, chocolate e notas balsâmicas. Na boca as sensações do olfato se potencializam, num bom corpo, com taninos firmes e bem integrados, acidez equilibrada. Longo final com o chocolate se mostrando. Avaliação: 92/100 Pontos. Preço: R$ 124,00

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.