SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

Os argentinos da degustação do Clube dos Amigos do Vinho

20190828_152621 (1)

A confraria Clube dos Amigos do Vinho de São José do Rio Preto degustou vinhos da Argentina, em sua reunião de agosto. Vamos aos vinhos.

 

Fundada em 2003 por Walter Bressia, sua esposa e seus filhos, a Bodega Bressia já é sinônimo de qualidade, considerada umas das melhores vinícolas da nova geração na Argentina. Localizada em Agrelo na região de Mendoza. Norteada pelo conceito de vinícola Boutique e Familiar, a Bressia é um projeto pequeno que tem por objetivo principal produzir vinhos da mais alta qualidade, de venda personalizada, de partidas limitadas e de produtos que recebem amor ao serem elaborados. Cada garrafa é única e, portanto, o consumidor pode desfrutar do prazer, que oferece exclusividade e singularidade de cada colheita. Walter Bressia é um dos ícones do vinho argentino. Com seu reconhecido trabalho na Nieto Senetiner, é um dos mais respeitados enólogos Mendocinos.

Bressia Conjuro 2013 – elaborado com 50% Malbec, 30% Cabernet sauvignon e 20% Merlot, com amadurecimento de 18 meses em barricas novas de carvalho francês. A coloração é de um vermelho intenso com tons roxos e entorno negro. Os aromas mostram intenso frutado, especiarias marcantes, toques amadeirados e algo balsâmico. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos potentes, bem integrados ao frutado e um leve toque adocicado. Longo final com o amadeirado se mostrando. Foram elaboradas 2.500 garrafas. Avaliação: 92/100 Pontos. Preço: R$ 299,90, na Adega Wine

 

Fundado em 2007, El Enemigo é o projeto pessoal de Alejandro Vigil, enólogo chefe de Catena Zapata, e de Adrianna Catena, filha mais nova de Nicolás Catena. Tendo à sua disposição uma ampla gama dos melhores vinhedos da região de Mendoza — pertencentes à família Catena — Alejandro Vigil selecionou parcelas específicas das uvas que pudessem dar origem a vinhos argentinos com uma personalidade distinta dos talhados por ele em Catena Zapata. São vinhos tintos com bastante nervo, taninos abundantes e um caráter deliciosamente selvagem.A linha “El Enemigo” da vinícola é formada pelos maravilhosos vinhos argentinos Malbec, Cabernet Franc, Bonarda, Syrah/Viognier e Chadonnay.

Gran Enemigo 2013 – elaborado com  Cabernet Franc 50% ,Cabernet Sauvignon 25% , Malbec  10%, Merlot 10%  e Petit Verdot 5%, com amadurecimento de 18 meses em barrica de carvalho sendo 85% francesa (50% novas) e 15% americana (25% novas). A coloração é de um vermelho rubi escuro, com muito brilho. Os aromas mostram frutas vermelhas e negras, especiarias, sândalo, chocolate e notas balsâmicas. Na boca apresenta taninos sedosos, muito complexo e notas de frutos pretos e especiarias  com um sutil mineral. Longo final frutado com o toque balsâmico se mostrando. Avaliação: 94/100 Pontos. Preço: R$ 349,90, na Adega Wine.

 

Roberto de la Mota é um dos melhores produtores de vinho da Argentina. Ele é sócio da Mendel Wines com Anabelle Sielecki, onde produz alguns dos melhores vinhos da Argentina. (Mendel é o primeiro nome do pai de Anabelle.) Ele é filho do lendário Raúl de la Mota, que produziu os primeiros vinhos argentinos reconhecidos internacionalmente em Bodegas Weinert, Roberto atua no ramo de vinhos desde 1979, quando tinha 19 anos e aprendiz de seu pai em Bodegas Weinert. Ele recebeu sua formação acadêmica na Universidade Nacional de Cuyo, em Mendoza, e na Ecole National Superieure Agronomique de Montpellier, na França. Na Argentina, Roberto estabeleceu sua reputação como enólogo com Terrazas de los Andes e criador de Cheval de los Andes. Em 2003, ele ajudou a fundar a Mendel Wines.

Mendel Unus Blend 2016 -  elaborado com 67% Malbec, 30% Cabernet Sauvignon e 3 % Petit Verdot, com amadurecimento de 16 meses em barricas de carvalho francês. A coloração é de um rubi m´edio, com muito brilho. Os aromas mostram frutas negras, notas florais, caramelo, baunilha e algo de balsâmico. Na boca apresenta um bom corpo, taninos suaves e bem integrados ao frutado, toque de acidez e levecaramello. Longo final frutado, com a baunilha se mostrando. Avaliação: 92/100 Pontos. Preço: R$189,90, na Adega Wine.

 

Fundada em 1902, a Bodega Catena Zapata é conhecida pelo seu papel pioneiro em ter revivido a variedade Malbec e descoberto terrões de extrema altura ao pé dos Andes. Adrianna Vineyard localizada em uma altura de quase 1.500 msnm, foi chamado o Grand Cru da América do Sul. Prêmios e Distinções:  o Homem do Ano, o Prêmio do Serviço Distinguido do Wine Spectator, o Prêmio Der Feinschmaker, o Wine and Spirits e os Wine Winners Awards do Wine Enthusiast. Nicolás Catena Zapata foi encorajado a plantar videiras onde ninguém pensava que poderiam amadurecer. Sua revolução de vinhos de altura culminou com a descoberta de um novo terroir para o vinho, Vineyard Adrianna, plantado a uma altura de quase 1.500 metros, tornando-se talvez a vinha mais estudada do mundo. D.V. é a abreviação de Domingo Vicente, e é uma linha que elabora vinhos a partir de diferentes cortes, diferentes varietais, de uvas provenientes de lotes distintos e de colheitas diversas. No total, a linha é composta por 6 tipos de vinhos, um Malbec, um Syrah, um Cabernet Malbec, um Cabernet, um Malbec Adrianna Vineyard e um Malbec Nicasia Vineyard.

Nicola Catena Parcela Bonarda 2016 – elaborado com 100% Bonarda, de uma pequena parcela familiar de mais de 80 anos, dos vinhedos La Vendimia e El Mirador no sudeste de Mendoza. Amadurecimento de 18 meses em barricas de carvalho francês. A coloração é de um rubi profundo e brilhante. Os aromas mostram cereja e amora madura, violeta, menta, couro e toque amadeirado. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos macios, madeira e fruta integrados com média adstringência. Longo final frutado com madeira se mostrando. Avaliação: 94/100 Pontos. Preço: R$289,90, na Adega Wine. Observação: este tinto é uma homenagem a Nicola Catena, avô de Nicolás Catena.

DV Catena Domingo Vineyard Cabernet Sauvignon 2013 – elaborado com 100% Cabernet Sauvignon, produzido no lote 2 do vinhedo Domingo, de maior altitude.  A coloração é de intenso rubi com toques granada e muito brilho. Os aromas apresentam intensa fruta madura (ameixa, amora preta), canela e leve pimenta. Na boca mostra um bom corpo, com taninos maduros e equilibrados, acidez pontual, repetindo as sensações do olfato, com um toque de salinidade. Um longo final frutado com a canela se mostrando. Avaliação: 93/100 Pontos. Preço: R$269,90, na Adega Wine.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.