SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

Nova Classificação no Brasil

rotulo02

O Brasil mudou, recentemente, a classificação dos vinhos em relação ao teor de açúcar. Por esse motivo você encontra garrafas nas lojas com rótulos rasurados ou com selos mostrando a “nova” classificação de açúcar residual do vinho. O que era aceitável como seco até 5 gramas por litro passou para 4 gramas, e justamente entre os 4 e 5 gramas estão a maioria dos vinhos tintos do novo mundo (especialmente os Malbec).  Não foi adicionado açúcar, o vinho continua o mesmo. Somente foi alterado o rótulo para se enquadrar na nova legislação brasileira. Vejamos a nova classificação, em gramas/litro.

  • OS VINHOS, O      VINHO LEVE E O VINHO FRISANTE serão designados de:
    Seco: 4,0
    Meio-Seco ou Demi-SeC: 25,0 4,1
    Doce ou Suave: 80,0 25,1
  •  Os vinhos      ESPUMANTES OU GASEIFICADOS são classificados de:
    Nature –  03
    Extra-brut: 8,0 – 3,1
    Brut: 15,0 – 8,1
    Sec ou Seco: 20 – 15,1
    Demi-Sec; Meio-Doce; Meio-Seco: 60,0 – 20,1
    Doce: 80,0 – 60,1
  • Os vinhos      LICOROSOS são classificados de:
    Seco ou Dry: 20
    Doce: 80 – 20,1
  •  Os vinhos      COMPOSTOS são classificados de:
    Seco: 40
    Meio-Seco, Meio-Doce: 80 – 40,1
    Doce: 100 – 80,1

 

Uma resposta a Nova Classificação no Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.