SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

Filosofando (1)

Madame-Lilly-Bollinger

Champagne é o tema filosófico de hoje. E, como não poderia deixar de ser, iniciaremos com Lilly Bollinger – a dama do champagne. Ela assumiu a gigante Bollinger em 1941, com a morte do esposo Jacques Bellinger. Foi uma grande empreendedora, expandindo a empresa e viajando por todo o mundo promovendo a sua marca. Comandou até 1971, deixando a sequência para os sobrinhos. Veja que sabedoria! É classica.

    * Eu bebo Champagne quando estou alegre e quando estou triste. Às vezes eu bebo Champagne quando estou só. Quando estou acompanhada considero-o obrigatório. Eu o beberico se não estou com fome e o bebo se estou. Caso contrário eu nunca toco em Champagne. A não ser que esteja com sede – Lilly Bollinger

    * Meu único arrependimento na vida é não ter bebido mais Champagne -John Maynard

    * Champagne é o único vinho que uma mulher pode beber e ainda continuar bonita – Madame Pompadour

    * Champagne é como sexo, pede pelo menos duas pessoas – Sérgio de Paula Santos

    * Na vitória merecemos o Champagne, na derrota precisamos dele – Napoleão Bonaparte

    * Sou abstêmio apenas para cerveja, não sou abstêmio para Champagne – Bernard Shaw

    * Champagne é um dos extras elegantes da vida – Charles Dickens

    * Vinho tinto para crianças, Champagne para homens e Cognac para soldados -Otto von Bismarck

    * Venham rápido! Estou bebendo estrelas – Don Perignon


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.