SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

Degustação festiva da Confraria do Vinho de Rio Preto

 

IMG-20180811-WA0000IMG-20180807-WA0041

A Confraria do Vinho de São José do Rio Preto realizou, na noite de ontem, uma reunião festiva em comemoração ao 17º. aniversário de sua fundação.  Foi na casa do André (um anfitrião de vanguarda!), com a presença dos confrades: Lorga, André, Tognola, Osvaldir, Florêncio, Edilbero, Edilberto Filho e Horácio. Na degustação tivemos “tops” argentinos, harmonizados com uma paella caipira elaborada pelo Chef Luiz Renato. Noite para não se esquecer. Vamos aos vinhos.

 

Cheval des Andes 2014  – Presente em qualquer lista dos melhores vinhos argentinos, é um corte de Malbec (66%), Cabernet Sauvignon (26%) e Petit Verdot (8%), de vinhedos antigos, que estagia dois anos em barricas novas de carvalho francês. Esse vinho foi criado no mesmo ano do nascimento da vinícola (a primeira safra foi lançada comercialmente em 2001). E seu nome simboliza a fusão de duas culturas vinícolas integradas no LVMH (Moët Hennessy Louis Vuitton): a francesa, representada pelo Château Cheval Blanc, um dos vinhos mais cultuados do mundo, que integra o portfólio do grupo, e a Argentina, da então recém-fundada Terrazas de los Andes, que tinha por meta explorar o potencial dos vinhedos de altitude da região de Mendoza.  A coloração é de um rubi intenso e brilhante. Mostra aromas  de tabaco, pimenta branca, marmelada e figos secos, acompanhados por toques de amora, alcaçuz e especiarias, sobre traços florais. Na boca apresenta textura sedosa, com taninos macios, boa acidez e  um toque de hortelã. É encorpado e tem um longo final com o alcaçuz se mostrando. Avaliação: 92/100 Pontos.  Preço: R$ 428,00, na Super Adega.

 

Casarena Ícono 2013 -“O” vinho da casa (A Casarena está localizada no coração de Perdriel, no edifício de uma adega centenária, construída em 1937, totalmente renovada para este projeto), o nome diz tudo. Um blend de 60% Cabernet Sauvignon e 40% Malbec (vinhas de 90 anos), com as  melhores uvas das melhores parcelas de seus vinhedos, fermentadas inteiras em barricas de 500 litros com leveduras selvagens, passa ainda por 18 meses de barricas francesas novas e um breve afinamento em garrafa antes de sair ao mercado.  A coloração é de um granada escuro, com tons violetas. Os aromas mostram notas florais, frutos pretos e notas de ervas frescas. Na boca apresenta grande caráter e estrutura com taninos redondos e longos. Bom final com o toque floral se mostrando. Avaliação: 92/100 Pontos.  Preço: R$ 367,00, na Promo Vinhos

 

Gernot Langes 2012 -  representa a máxima expressão da Bodega Norton (fundada em em 1895, por um engenheiro inglês Edmund J.P Norton. Em 1989 a vinícola foi comprada pelo empresário Gernot Swarovski, do grupo austríaco Swarovski -o mesmo dos famosos cristais – e hoje o negócio é administrado por seu filho Michael Halstrick). Elaborada com Malbec (80%), Cabernet Sauvignon (10%) e Cabernet Franc (10%) (vinhas velhas), com 18 meses de envelhecimento em barricas novas de carvalho A coloração de um rubi intenso. Os aromas mostram  frutos vermelhos maduros, complexos e picantes. Na boca apresenta-se denso e suculento na boca, taninos maduros e doces. Final longocom o toque picante se mostrando. Avaliação: 94/100 Pontos.  Preço: R$ 406,00, na Winebrands.

 

Seminare Malbec 2015 – Considerado o Melhor Tinto da Argentina e o Melhor Malbec da Argentina pelo Guia Descorchados, foi avaliado com 99 pontos pelo guia. É elaborado com 100% Malbec, produzido exclusivamente da fileira de número 56 do vinhedo Tupungato Wines, dos irmãos Michelini  (Gen de Alma) , fermentado com cachos inteiros em ânforas de cimento de três mil litros sem remontagem das borras e, em seguida, envelhecido em barris antigos de carvalho.  foram produzidas apenas mil garrafas. Gen de Alma pertence ao grupo Barbarians formado por vinícolas familiares, de propriedade independente especializado em vinhos de alta qualidade do Vale do Uco. Este grupo reúne as vinícolas Super Uco, Passionate, Gen de Alma, Vinilo e Tupun. O projeto, encabeçado pelos irmãos Michelini, considerados a vanguarda da produção de vinhos na Argentina, visa promover os diferentes terroirs de altitude, através de viticultura sustentável e vinificação natural com respeito ao meio ambiente e a comunidade local. A coloração é de um púrpura intenso. Os aromas mostram frutas vermelhas, toques florais e algo de mineral. Na boca apresenta taninos firmes, acidez equilibrada, repetindo as sensações do olfato, com destaque ao toque mineral, que se mostra no longo final. Avaliação: 94/100 Pontos.  Preço: R$ 1.209,00, na Grand Cru

 

Vicentin Maldito 2012-2013-2014 – Um vinho elaborado com 98% Malbec e 2% Cabernet Franc e Petit Verdot, vinhedos de La Consulta, Vista Flores, Las Compuertas e Tupungato, blend de 3 safras diferentes a 2012, 2013 e 2014. A 2012 tem passagem de 36 meses em barricas de carvalho francês, a safra 2013 tem passagem de 24 meses em carvalho francês e o vintage 2014 tem passagem de 12 meses em carvalho francês. VICENTIN entrou no mundo do vinho em 2009, com a intenção de fazer história. Com ótimas e claras ideias levando a extremos o princípio de que blends são excelentes na Argentina, particularmente blends de Malbec – mas não só isso – de diferentes altitudes e solos. Com a consultoria ativa de Paul Hobbs,  São vinhos com muito álcool mas extremamente equilibrados. A coloração é de um rubi intenso e brilhante. Os aromas mostram amora, cereja, cassis, ligeiramente picante com toque  tostado e notas de chocolate. Na boca apresenta bom corpo, com taninos redondos e aveludados, acidez equilibrada. Longo final com o chocolate se mostrando. Avaliação: 95/100 Pontos.  Preço: R$ 310,00, na Winerie.

 

Zorzal  Piantão 2012 - elaborado a partir de uvas Cabernet Franc advindas de Gualtallary e fermentadas em ovos de concreto, com 36 meses de carvalho. Desde 2008, os irmãos Michelini lideram o entusiasmo e a paixão para a produção de seus próprios vinhos, que são firmes, bem estruturados, com ótima acidez e mineralidade. Os vinhedos da vinícola Zorzal situam-se a 1350 metros de altitude, um dos cumes mais altos da América do Sul. Neal Martin, da Wine Advocate, classificou os irmãos Michellini como “os mais intrigantes de toda a América do Sul”. E eles são consagrados por muitos críticos como alguns dos produtores mais badalados do momento. A coloração é de um vermelho brilhante com tons violeta. Mostra aromas de morangos cobertos de açúcar, framboesa, tutti-fruti e um leve toque mineral. Na boca apresenta sabores picantes, taninos sutis,  corpo delicado e a acidez equilibrada. Longo final com o toque mineral se mostrando. Avaliação: 93/100 Pontos. Preço: R$ 433,00, na Vinho Br.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.