SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

Castas (G)

 

Gamaret

Gamaret é uma criação suíça do do Instituto de Pesquisas Changins, resultante do cruzamento da Gamay com a Reichensteiner em 1970. Dos mesmos “pais” também resultou a espécie Garanoir. Gamaret é cultivada em Kanton Waadt.

Gamay

Gamay é uma variedade muito antiga de uva vermelha, cultivada na região do Beaujolais, daí sendo denominada também uva do Beaujolais. Como a polpa é clara, é chamada também de Gamay Noir à Jus Blanc (Gamay escura com suco branco). Essa uva foi trazida já no século III da Dalmácia para a França. A denominação, ao que parece, advém do nome da região na Côte d’Or. O solo arenoso, rico em ardósia, no norte do Beaujolais oferece as condições ideais para a uva Gamay. Também o solo do sul é propício à uva Gamay. Em Burgund, o Pinot Noir é misturado ao Gamay, o que os franceses denominam “Passetoutgrain”. A uva Gamay dá origem a vinhos mais ácidos, com aroma de frutas, pouco tanino e álcool. A cor é vermelho rubi, tendendo ao azul. Esses vinhos são melhor apreciados jovens e frescos. O Beaujolais Nouveau é colocado no mercado com a idade de apenas dois meses. Na Suíça, o Gamay ocupa 15% dos vinhedos, sendo a segunda uva mais importante. O Dôle, vinho tinto mais conhecido do país, é uma mistura (assemblage) do Gamay e Pinot Noir. Há vinhedos de Gamay também na Itália, África do Sul, Canadá e Califórnia. O Gamay Beaujolais, na verdade, é uma variação do Pinot Noir e Napa Gamay é sinônimo de Valdiguié. Essas duas espécies não têm relação com a Gamay. A Gamay Blanc é a Gamay branca e a Gamay Gris é a Gamay de uva cinza.

Garganega

A uva branca Garganega ocupa o quinto lugar das uvas brancas na Itália. Também é chamada Ostesona e Garganego, sendo cultivada em Veneza. Serve à produção do Soave e Bianco di Custoza. Também é cultivada  na Lombardia, Umbria e em Friaul. É preciso podar rigorosamente essa uva, se a intenção éproduzir vinho de qualidade. Os vinhos têm aroma de amêndoa e limão e frescura.

Garnacha

Garnacha é o nome espanhol da uva vermelha Grenache Noir, a espécie de uva tinta mais comum no mundo. A origem é espanhola, de Aragão, de onde rumou para o sul da França e  para a Sardinha, passando a ser conhecida na Sardinha como Cannonau. Em Sardinha, acredita-se que essa uva encontre lá as suas origens.

Gelber Muskateller

Gelber Muskateller é uva branca muito antiga da família dos Muskateller. Gosta de clima quente da região do Mediterrâneo. Antes somente era utilizada para a produção de vinhos doces, mas hoje serve também aos vinhos secos.

Gewürztraminer

A Gewürztraminer (foto) pertence á espécie de uvas brancas, apesar de que seus frutos sejam vermelho-claros. Pertence à família das Traminer. Produz vinhos amarelo-ouro, com alto teor de álcool e aroma da fruta litchi.É produzida na Elsácia, para a colheita tardia ou Spätlese, mas também é cultivada nos Estados Unidos, Nova Zelândia, Tirol do Sul, Espanha e Alemanha. Gewürztraminer é fácil de diferenciar na degustação de vinhos

Girò

Girò é espécie de uva vermelha encontrada na Sardinha. Provavelmente é originada da Espanha, trazida para a Sardinha no século XV. O vinho tinto de origem Girò di Cagliari DOC é feito somente dessa espécie de uva.

Graciano

Graciano é uma espécie de uva vermelha, que já foi quase extinta. A uva tem casca dura, amadurece tarde e rende pouco. O vinho Graciano proporciona, quando cortado (misturado) alto potencial de envelhecimento. O Rioja utiliza a qualidade da uva Graciano. Áreas reduzidas de cultivo são encontradas em Navarra e em Languedoc. Na África do Sul, a Graciano é chamada de Morrastel. Acredita-se que a Xeres, encontrada na Califórnia, e a Graciana, na Argentina, são a mesma espécie Graciano.

Grauburgunder

Grauburgunder é muito cultivada. Possui muitos sinônimos, como Pinot Grigio, na Itália, Pinot Gris na França, Malvoisie na Suíça, Grauburgunder da Alemanha e ainda Ruländer, Speyerer, Grauer Burgunder, Grauer Mönch ou Grauer Riesling. A Grauburgunder surgiu de uma mutação da Blauburgunder. A análise de DNA em 2004 revelou que a Grauburgunder possui dois genomas: um para o fruto e outro para a casca. E como o genoma da fruta é idêntico ao da Weissburgunder, então a diferença entre as espécies está na casca. É semelhante ao que ocorre com a família Pinot. Grauburgunder é uva vermelho acinzentada. Quando madura, tende ao cinza-azulado. O vinho a partir dessa uva é amarelo-ouro, às vezes até amarronzado. Pode ter aroma de mel ou amêndoa, com sabor de fumaça e levemente ácido. Acompanha bem os assados com carnes brancas, carnes brancas em geral e queijos suaves.

Grecanico

Grecanico é espécie antiga de uva branca trazida pelos gregos para a Sicília, onde ainda é cultivada sob o nome Grecanico Dorato. Seus vinhos brancos têm forte aroma de ervas e frutas e assemelham-se ao Sauvignon Blanc. Serve ao corte (mistura), como para o Alcamo DOC.

Grechetto

A uva branca Grechetto (ou Grechetto Bianco) produz vinhos encorpados, com caráter e aroma picante de nozes. É cultivado na Umbria, Latium e Toskana. Da Grechetto são produzidos, por exemplo, o Orvieto DOC e o Vin Santo di Montepulciano DOC. Apesar de que Grechetto e Greco Bianco sejam semelhantes no nome, as uvas não pertencem à mesma família. Lembra os gregos, mas até agora não se sabe ao certo a sua origem.

Greco Bianco

Greco Bianco é espécie típica de uva branca do sul da Itália. Já era cultivada pelos romanos. Acredita-se que seja da família da espécie antiga Aminea. A Aminea era cultivada pelos romanos conforme escritos encontrados em Strongoli. Talvez seja uma mutação da uva Trebbiano, mas talvez também da Garganega. Não é da família Grechetto. O nome Greco é indício de sua origem grega. Esta espécie é encontrada no sul da Itália e ao longo do mar Jônico, assim como nos EUA e na Espanha. Na Campania, é produzido o vinho branco seco Greco di Tufo assim como os vinhos de origem -  DOC – Sant’Agata de’ Goti (ou Sant’Agata dei Goti), Tamburo e Greco DOC. Na Calabria,  é produzido o Cirò e também o vinho branco doce Greco di Bianco e os vinhos de origem – DOC -  Bianco di Lamezia, Lamezia – Greco , Melissa Bianco, Verbicaro Bianco, Bivongi, Donnici, San Vito di Luzzi e Scavigna DOC. Na região do Latium, essa uva está contida no Vignanello Greco e em Capri serve ao corte (ou mistura) para a produção de vinho branco seco.

Greco Nero

Greco Nero é uma uva vermelha que praticamente só é cultivada no sul da Itália: Sicília, Calábria e Sardinha. O nome vem de provável origem grega. Também é chamada Greco Nero Calabrese, Verdicchio Nera e Marsigliana. Serve ao corte ou mistura com a Gaglioppo. Há a variação branca denominada Greco Bianco.

Grenache

Acredita-se que a origem da Grenache encontre-se na Espanha e tenha migrado para a França e trocado de denominação. Na Espanha é também chamada de Garnacha, Granaza, Aragonés ou Tinto Aragonés, o que pode ter ligação com a sua origem. Não se confunde com a portuguesa Aragonez ou Aragonês, que é idêntica ao Tempranillo . Na França é denominada também Roussillon, Rivesaltes, Redondal e outros. Grenache, a uva mais importante da Espanha, está presente em quase todas as regiões. No sul da França, encontra-se na Provence e Languedoc. No Châteauneuf-du-Pape é uma das espécies mais importantes. Seu cultivo vem crescendo no sul da França.  Se espécie única para a produção do vinho, este atinge um teor de álcool natural de  15 a 16%, claro, a cor tende ao dourado-terracota, devido à rápida oxidação. Misturada a outras espécies, o produto é qualitativamente maior, como exemplo, na Provence, onde é cortada com o Cabernet ou Syrah, atribuindo ao vinho maior consistência, estrutura e potencial de envelhecimento. Quando misturada ao Cinsault, Aspiran e Picpoul, resulta vinhos elegantes.

Grenache Blanc

A uva  Grenache Blanc produz vinhos aromáticos, cheios e suaves, que podem ser consumidos jovens. Em alguns casos de alta qualidade, servem às barricas. Grenache Blanc é encontrado principalmente na África do Sul e o norte da Espanha, sob a denominação de Garancha Blanca. É uma variação da uva vermelha Grenache Noir.

Grignolino

A uva Grignolino encontra suas condições ideiais no Piemonte. Origina vinhos claros, pouco alcoólicos, refrescantes, que bpodem ser consumidos jovens.  Essa uva é misturada coma Freisa ou otras espécies de uvas vermelhas que dão origem a vinhos tintos fortes.  No Grignolino d’Asti e Grignolino del Monferrato Casalese pode ser a única espécie, mas também pode vir acompanhada como no Barbera d’Asti. Sinônimos: Grignolino Pisano, Barbesino, Nebbiolo Rosato, Barbisone d’Espagna e Rosetta.

Grillo

Grillo é uva branca da Sicília, que produz vinhos encorpados com muito tanino, até adstringente, e um buquê de limão. Traz excelente resultados se utilizada para a barrica ou barril de carvalho. Antes, era uva principal de Marsala. Nos anos 80 foi muito pouco produzida. Aos poucos ela está sendo reinventada.

Grolleau

Grolleau é uva vermelha também denominada Groslot, denominação referente à grande quantidade de uvas que resultam da colheita. É cultivada principalmente na região do Loire. No Rosé d’Anjou é a única espécie utilizada. No Touraine e Saumur serve ao corte (mistura). Grolleau produz vinhos de baixo teor alcoólico e alta acidez. É usualmente misturado também ao Grenache Noir.

Gutedel

A uva branca Gutedel pode servir à produção de vinhos médios de pouco álcool e ácido, mas também pode dar origem a vinhos de qualidade absolutamente sensacional, como mostram vinhos suíços de Kantone Waadt e Wallis, onde também é conhecida como Chasselas. Gutedel é uma das espécies mais antigas, sendo cultivada há 5.000 anos antes de Cristo, no Jordão. Os túmulos dos reis egípcios de Luxor mostram, em suas pinturas de parede, que essa uva era cultivada. A origem deve ser o Líbano. Deve ter sido trazida pelos fenícios para a Europa e popularizada pelos gregos e romanos. Na Alemanha, foi trazida em 1780 por Karl-Friedrich sie vom Westschweizer Vevey para Baden, que determinou seu cultivo por decreto, sendo cultivada até hoje em Markgräflerland (Baden).

Fonte: Adega 24

 

Uma resposta a Castas (G)

  • elated StoriesBrady bunchBurnley join Crystal Palace and Sunderland in £13million race for Norwich midfielder Robbie BradyRETURN TO HORNETS' NESTEverton midfielder Tom Cleverley joins Watford on loan after snubbing Sunderland'Things will be easier'Jeremain Lens admits he wants parent club Sunderland to be RELEGATED so he can quitGOLD STAMPWest Ham owner rules out paying over the odds for Jermain Defoe due to lack of sell-on potentialhe's the mannGenoa want Sunderland goalkeeper Vito Mannone to solve Serie A club's injury crisis A lot of team-mates here who he played with are fighting every week with a small squad to try and keep us in the Premier League.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.