SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

Black Friday do sábado na Bekaa

20181124_110555

A Mariane comandou a degustação do tradicional sábado na Bekaa, apresentando vinhos oferecidos a preços especiais no Black Friday. Vamos aos vinhos.

Viña Alicia é uma bodega que conjuga tradição viticultora de seus produtores, com uma localização privilegiada para conseguir vinhos de coleção. Em 1998, Alicia Mateu Arizu , esposa do reconhecido “enólogo” Alberto Arizu (alma mater da Luigi Bosca) , juntamente com o fiho caçula, Rodrigo Arizu ,iniciou a comercialização de vinhos que leva a seu nome. Foram mais de 25 anos de investigações e estudos para obter vinhos de excelência, que hoje são cultivados em dois vinhedos: Viña Alicia e St. Albert. Com características de  ”chateau”, a bodega Viña Alicia se encontra rodeada por un vinhedo de 10 hectares de uvas Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot, Petit Verdot ,Nebbiolo, Grenache Noir, Carignan, Albariño e Savagnin.

Viña Alicia Tiara 2012 – elaborado com 50% Riesling, 40% Alvarinho, 10% Savagnin, com amadurecimento de 12 meses em cubas de inox sobre as lias finas. Teor Alcoólico de 13,5%. A coloração é de um palha, com tons esverdeados e muito brilho. Os aromas mostram pêssego, frutas cítricas, carambola e gengibre. Na boca apresenta cremosidade, acidez marcante, repetindo as sensações do olfato, com um toque mineral presente, qu permanece no agradável final. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$ 136,00.

Cantina Etrusca foi fundada em 1963 por Piero Francesco e Piero Fosco Moscardini, que fizeram a busca constante pela qualidade de sua missão corporativa. A recente joint venture com a Tenimenti Carvin, empresa líder na Toscana para a vinificação de vinhos de qualidade, representa o elemento de inovação e modernidade capaz de acompanhar e projetar a empresa em uma nova dimensão nos mercados internacionais.

Etrusca Rosso de Toscana 2016 – elaborado com 100% Sangiovese, sem indicação de passagem por madeira Teor Alcoólico de 12,5%. A coloração é de um rubi de média intensidade, com muito brilho. Os aromas mostram frutas vermelhas (framboesa, morango e cereja), com toques sutis de torrefação. Na boca apresenta um corpo médio, com leve acidez, taninos de boa intensidade e bem integrados ao frutado. Médio final com fruta e café se mostrando. Avaliação: 88/100 Pontos. Preço: R$ 49,00.

A história da Umani Ronchi começou há mais de cinqüenta anos, em Cupramontana, coração da Verdicchio clássico. Hoje Umani Ronchi é de propriedade da família Bianchi-Bernetti, que desde 1959 produz com cuidado e artesanato, vinhos de alta qualidade, sabendo explorar essas variedades que encontram sua expressão natural e melhor em Marche e Abruzzo: Verdicchio e Montepulciano. De Serra dei Conti, em Marche, em Roseto degli Abruzzi, a empresa tem uma área de vinhas de 210 hectares distribuídos ao longo da costa do Adriático, entre a montanha e o mar. A partir dos anos 70 até hoje, a empresa dobrou a área da propriedade e renovou 85% das vinhas velhas e investiu nas variedades Verdicchio e Rosso Conero.

Umani Ronchi San Lorenzo Rosso Conero Montepulciano 2014 – elaborado com 100% Montepulciano, com amadurecimento de 12 meses em botti e barricas de 3ª e 4ª passagens e envelhecimento de 6 meses antes da comercialização. Teor Alcoólico de 13,5%. A coloração é de um rubi médio, com bordas violáceas e muito brilho. Os aromas mostram amora, cereja, mirtilo e algo balsâmico. Na boca apresenta um corpo médio, com taninos suaves, acidez pontual, repetindo as sensações do olfato com leve rascância. Médio final frutado com o toque balsâmico se mostrando. Avaliação: 88/100 Pontos. Preço: R$ 80,00.

A De Martino, vinícola fundada em 1934, hoje na quarta geração, tem vinhedos por todo Chile, já que busca o lugar mais apropriado para cada variedade.  Tem vinhedos de Cabernet Sauvignon em Cachapoal , de Chardonnay  no vale de Limari, Cinsault e Moscatel no vale de Itata e Syrah em Choapa. E são deles os mais altos vinhedos chilenos, em Elqui, de onde vem um magnifico tinto, o Alto Los Toros, um blend de Syrah e Petit Verdot. Em 2011 a De Martino, tendo à frente o enólogo Marcelo Retamal, começou a acabar com a padronização (colheita tardia para obter uvas muito maduras,açucaradas, muita madeira, muita levedura), em que os vinhos não têm identidade e todos se parecem. A mudança: nada de ácido tartárico (para dar acidez às uvas ultra maduras), nada de leveduras adquiridas em mercado, nada de barricas novas para os tintos,  leveduras nativas e foudres para os vinhos tops. A De Martino faz hoje vinhos de Novo Mundo no estilo Velho Mundo: vinho mais suave, magro, elegante, fino, fresco e gastronômico. Uma vinícola sutil, na palavra do crítico britânico Hugh Johnson em seu Pocket Wine Book 2013. Foi eleita a melhor vinícola do Chile em 2011.

De Martino Legado Gran Reserva Pinot Noir 2016 –elaborado com 100% de Pinot Noir, com amadurecimento de 12 meses em barricas velhas de carvalho francês. Teor Alcoólico de 13,5%. A coloração é de um rubi médio, com muito brilho, Os aromas mostram fruta vermelha (cereja, framboesa, morango), toques florais, tons leves de alcaçuz e algo terroso. Na boca as sensações do olfato se repetem, num corpo médio, taninos leves e bem integrados, com leve acidez. Lembra vinhos da Borgonha. Bom final, equilibrado, com o floral se mostrando. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$ 90,00.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.