SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

Acabou a indicação de puttonyos

tocak

O famoso vinho doce da região húngara Tokaj tornou, agora, a vida dos consumidores mais facilitada, eliminando a indicação de “puttonyos”. A sua classificação era complexa, como a de tantas especialidades vínicas por este mundo fora, sendo feita por quantidade de “puttonyos” e por nomenclatura. Por exemplo, o mais doce de todos é o Tokaji Eszencia com um mínimo de 450 gramas de açúcar por litro e grau alcoólico que pode ir de 1,2% até 8% (tradicionalmente servido numa colher especial húngara). Já o segundo mais doce chama-se Tokaji Aszú, que hoje tem de ter, pelo menos, 120 gramas de açúcar por litro e 9% de álcool, mas que até agora também era classificado numa escala de 3 a 6 “puttonyos”, em que 3 era o menos doce e 6 o mais doce, algo que acabou. As restantes categorias, Szamorodni, Forditás e Máslás, mantêm-se. Os vinhos de Tokaj mais reconhecidos são os feitos com uvas afectadas pelo fungo Botrytis Cinerea, a chamada “podridão nobre”. No entanto, estas últimas três categorias também produzem Tokaji seco.

Fonte: Revista de Vinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.