SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

A seleção de novembro do Bekaa Wine Club Clássico

20181124_155446

A seleção de novembro do Bekaa Wine Club Clássico apresenta um vinho da Africa do Sul, um espanhol e um chileno, oferecidos aos membros do clube a preços especiais,  com excelente custo/qualidade. Vamos aos vinhos.

Apoiado por uma história na cultura vinícola na Espanha, Miguel Torres Chile chega em 1979 para o Vale de Curicó procurando um novo destino. Nesta viagem, além de encontrar excelentes condições climáticas, a família aposta pela inovação na produção de vinho incorporando tanques de aço inoxidável e roble francês. Miguel Torres foi a primeira empresa vinícola estrangeira estabelecida no Chile. Primeira marca de vinho Miguel Torres, após a compra dos primeiros 100 hectares adquiridos pela família Torres no setor Maquehua em Curicó, Santa Digna é a linha de vinhos mais conhecida pelos consumidores em todo o mundo. No final de 2010, Miguel Torres Chile obteve a certificação Fair Trade para sua linha de vinhos Santa Digna, a mais reconhecida no nível nacional e internacional. O objetivo da certificação é dar ao consumidor um produto de alta qualidade produzido sob a transparência e o equilíbrio entre a empresa, seus trabalhadores e o meio ambiente. Foi em 1985 que as videiras de Cabernet Sauvignon de mais de 115 anos do Fundo Manso de Velasco deu fruto ao vinho ícone de Miguel Torres Chile. Reconhecido mundialmente pela sua qualidade e por representar fielmente ao Cabernet Sauvignon do Chile. Manso de Velasco, homenagem ao ilustre fundador da cidade de Curicó. Hoje, Miguel Torres Chile tem focado o seu compromisso na viticultura orgânica e a certificação Fair Trade em diversos vinhos. Estes avanços têm ajudado a tornar-se uma empresa mais sustentável, mas também para realizar inúmeros projetos sustentáveis.

Miguel Torres Hemisfério Reserva Carmenère 2016 – elaborado com 100% Carmenère, com amadurecimento de 6 meses em  carvalho. Teor Alcoólico de 13%. A coloração é de um  rubi intenso. Os aromas mostram frutas vermelhas, toque de pimentão, café torrado, geléia de frutas negras  e algo terroso. Na boca apresenta corpo médio, com taninos suaves, baixa acidez, repetindo as sensações do olfato. Bom final com algo terroso se mostrando.  Avaliação: 88/100 Pontos.

A Bodegas Torres foi fundada em 1870 por Jaime Torres, e é uma vinícola histórica, localizada em Pacs, a cerca de 4 km de Vilafranca del Penedès, na Espanha, onde a empresa tem a sua sede. A Bodega Torres é uma vinícola familiar com as mais extensas vinhas na Denominação de Origem de Penedès e a maior da Espanha. A família também comanda a vinícola Miguel Torres Chile, no Vale Central do Chile e nos Estados Unidos (Califórnia), onde em 1986, Marimar Torres fundou o Marimar Estate. Na Espanha, fora da região do Penedès da onde são nativos, possuem também vinhedos póprios em outras DOs, como por exemplo a DO Conca de Barberà, a DO Toro, a DO Jumilla, a DO Ribera del Duero, a DOQ Priorat e mais recentemente na DOC Rioja – nas últimas três áreas com novas adegas ou vinícolas em construção. Da mesma forma, Torres é também o maior produtor de vinhos da Espanha sob a sua própria marca, exportando para mais de 140 países. Atualmente, a Bodega Torres é gerida pela quarta geração da família Torres, sendo Miguel A. Torres o atual presidente.

Torres Viña Brava Tempranillo 2017 – elaborado com 100% de Tempranillo, com amadurecimento de 6 meses em  carvalho. Teor Alcoólico de 13%. A coloração é de um rubi violáceo, com muito brilho. Os aromas mostram fruta muito madura, quase em compota, baunilha, tabaco, especiarias  e toques florais. Na boca apresenta um bom corpo, textura sedosa, taninos suaves, discreta acidez e álcool imperceptível, apesar de seus 14,5%. Bom final, com o frutado em destaque. Avaliação: 88/100 Pontos.

Fundada em 1918, KWV é um dos principais produtores de vinho e destilados na África do Sul. Sua sede está localizada em Paarl, uma das principais regiões produtoras de vinho do país. A empresa seleciona vinhos e uvas das melhores e mais procuradas regiões vinícolas da África do Sul. KWV é conhecido internacionalmente por marcas como Roodeberg, Vinhos KWV, Laborie, Catedral Adega, Café Cultura, Golden Kaan e Brandies KWV. A KWV criou a marca Golden Kaan com o propósito de homenagear um dos países que mais cresce no mundo vitivinícola: a África do Sul.

Golden Kaan Cabernet Sauvignon 2013 – elaborado com 100% Cabernet Sauvignon, com amadurecimento de 4 meses em  carvalho. Teor Alcoólico de 14%. A coloração é de um rubi médio e brilhante. Os aromas mostram amora, ameixa, framboesa, mirtilo, geleia de amora e um toque mineral. Na boca apresenta um corpo médio, com taninos sedosos e acidez equilibrada, com leve pimenta, repetindo as sensações do olfato. Curto final com um toque  de pimenta se mostrando. Avaliação: 89/100 Pontos.

Para participar dessa seleção mensal do Bekaa Wine Club é só contatar o wineclub@bekaa.com.br ou pelo  telefone (17)98111-5657. Vale a pena!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.