SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

A seleção de julho do Bekaa Wine Club no sábado da Bekaa

20190720_110204

Uma degustação especial,  com os vinhos do Bekaa Wine Club,  marcou este sábado na Bekaa. Sob o comando da Mariane,  foram degustados vinhos oferecidos a preços especiais aos participantes, como tradicionalmente a Bekaa faz nas degustações do sábado. Vamos aos vinhos.

A seleção de julho do Bekaa Wine Club Clássico apresenta um vinho argentino, um português  e um francês, oferecidos aos membros do clube a preços especiais,  com excelente custo/qualidade. Vamos aos vinhos.

A família Mas tem uma longa história de vinhedos no Languedoc-Roussillon onde elabora vinho desde 1892, mas foi Jean-Claude Mas quem levou o negócio ao que é hoje. Com um olhar de Novo Mundo sobre toda a região, a vinícola possui 170 ha, com propriedades em Pézanas, Montagnac e Limoux, além de parcerias em 700 hectares. Saliente-se que  os vinhos não são orgânicos, todavia, possuem certificado “Terra Vitis” que significa que o Domaine Paul Mas trabalha de acordo com as normas da “agricultura sustentável”.

Paul Mas Côte Mas Rouge Intense 2013 – elaborado com Grenache Noir (50%), Carignan (25%), Cinsault (15%) e um toque de Merlot e Syrah vinificados separadamente. Sem passagem por madeira. Teor Alcoólico de 13,5%. A coloração  é de um rubi intenso, com reflexo violáceo. Os aromas mostram cereja, ameixa, amora, toques de especiarias (nóz moscada). Na boca apresenta um corpo médio, com  taninos macios, acidez equilibrada, repetindo as sensações do olfato. Bom final frutado com ameixa se mostrando. Avaliação: 88/100 Pontos. Preço: R$ 51,00, aos membros do Bekaa Wine Clube.

A Adega Colomé foi fundada no ano 1831, provavelmente pelo governador espanhol de Salta, Nicolás Severo de Isasmendi e Echalar. No ano 1854, sua filha Ascensión, unida em matrimonio com José Benjamín Dávalos, introduziu em Colomé as videiras francesas Malbec prefiloxera e Cabernet Sauvignon. Três vinhedos de 4 hectares cada um, os quais datam daqueles tempos, ainda produzem uvas que formam parte do vinho Colomé Reserva.Colomé pertenceu às famílias Isasmendi-Dávalos ao longo de 170 anos. Em 1969, a família Rodó adquiriu a estância e adega, e a conservou durante 13 anos, até que o Grupo Hess a adquiriu em 2001. A partir de então plantaram vinhedos distribuídos em 4 Estâncias  – La Brava (1750 m) em Cafayate, Colomé (2300 m) cujos vinhedos estão ao redor da Bodega, O El Arenal (2.700 mts) e Altura Máxima (3.111 mts), estas 2 últimas na região de Payogasta-Salta. Colomé, tem 39 mil hectares mantendo uma comunidade com escola, hospital, áreas de lazer e igreja, onde vivem cerca de 500  empregados descendentes das populaçoes nativas que aí viveram antes da conquista espanhola. Mantém a cultura biodinâmica.

 

Amalaya Territorio Cabernet Sauvignon 2014 – elaborado com 100% Cabernet Sauvignon, com amadurecimento de 6 meses em carvalho, para 30% do vinho. Teor Alcoólico: 14% . A coloração é de um rubi intenso e muito brilho . Os aromas mostram frutas vermelhas, pimenta preta, café, especiarias e algo de cravo e canela. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos suaves e bem integrados, repetindo as sensações do olfato e acidez equilibrada. Bom final, com café se mostrando. Avaliação: 88/100 Pontos. Preço: R$ 55,00, aos membros do Bekaa Wine Clube.

SOVIBOR – Sociedade de Vinhos de Borba, é uma empresa histórica da Região do Alentejo, fundada em 1968 e que, com a entrada recente de uma nova Administração liderada por Fernando Tavares, está agora focada na qualidade e reposicionamento de todos os vinhos, num patamar superior de qualidade e de preço. Em pleno centro de Borba, a SOVIBOR beneficia de instalações únicas, onde mais de dois séculos de história se fundem com novos padrões de qualidade, novos vinhos e marcas, uma nova equipe de gestão, imagens renovadas e uma nova estratégia.

Monte Burguês 2014 – elaborado com Allicante Bouschet, Aragonez e Trincadeira. Teor Alcoólico de 13,5%. A coloração é de um rubi médio e brilhante. Os aromas mostram frutas vermelhas (cereja, amora, morango), especiarias e algo herbáceo. Na boca apresenta médio corpo, textura agradável, ótima acidez e taninos firmes, repetindo as sensações do olfato. Médio final frutado com o herbáceo se mostrando. Avaliação: 88/100 Pontos. Preço: R$ 44,00, aos membros do Bekaa Wine Clube.

A seleção de julho do Bekaa Wine Club Premium  apresenta um vinho espanhol e um vinho português,  oferecidos aos membros do clube a preços especiais,  com excelente custo/qualidade. Vamos aos vinhos.

Fundada em 1999 pela família Perez Pardo, que tem uma tradição muito antiga na viticultura, a Bodegas Enguera está situada na D.O. Valência, na Espanha. Nos brancos, utilizam a Verdil, uva autóctone do vale de Alforins que foi resgatada por alguns produtores, entre os quais os proprietários da Bodegas Enguera. Trata-se de uma variedade que gera vinhos frescos, com toques cítricos e mentolados. São cultivadas ainda Sauvignon Blanc, Viognier e Chardonnay e as tintas Tempranillo, Monastrell (Mourvèdre) e Syrah. Entre os tintos o destaque é o elegante Paradigma, elaborado com 100% Monastrell (Mourvèdre), de vinhedos de Fontanars dels Alforins, a 650 metros de altitude. A vinícola adota a viticultura sustentável e tem o certificado Carbon Proof, por compensar as emissões de CO2. Os vinhos da Enguera são biodinâmicos, adequados para veganos. São 160 hectares de vinhedos próprios, separados em duas zonas. A primeira, em Fontanars dels Alforins, com cerca de 60 hectares (Casa Corones e Casa LLuch). A segunda, em Enguera, com cerca de 100 hectares (Antolí, Bañona, Benali, Toñuna e Venta Corrales, entre outros).

Finca Enguera Crianza 2015 – elaborado com 70% Tempranillo e 30% Monastrel, envelhecido em barricas de carvalho americano e francês (sem indicação de tempo). Teor Alcoólico de 14%. A coloração é de um rubi intenso e brilhante. Os aromas mostram cereja negra, amora, cramberry, ameixa e especiarias. Na boca apresenta um bom corpo, é bem estruturado, elegante, com taninos macios  e acidez equilibrada, repetindo as sensações do olfato. Longo final frutado com a amora se mostrando. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$ 86,00, aos membros do Bekaa Wine Clube.

A Quinta de Santa Eufêmia, fundada em 1894, por Bernardo Rodrigues de Carvalho, fica localizada na margem esquerda do rio Douro a uma altitude de 300 metros entre Peso da Régua e Pinhão, no coração da região do Douro. São 40 hectares de vinhas, com as castas Tinta Barroca, Touriga Francesa, Tinta Roriz, Touriga Nacional, Tinto Cão, Tinta Amarela, e 20% em sistema tradicional com as castas brancas Malvazia Fina, Malvazia Rei, Moscatel Galego e Cerceal. No comando, hoje, Pedro Alexandre Morais de Carvalho.

Compota Tinta Roriz Reserva 2008 – elaborado com 100% Tinta Roriz, 50% vinhas com mais de 15 ano e 50% vinhas com mais de 50 anos, com amadurecimento de 12 meses em pipas de 500 litros de carvalho francês. Teor Alcoólico de 14%. A coloração é de um rubi profundo e brilhante. Os aromas mostram ameixa, cereja, cassis, cacau e café. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos firmes, acidez equilibrada, repetindo as sensações do olfato. Longo final frutado, com o café se mostrando. Avaliação: 92/100 Pontos. Preço: R$ 144,00, aos membros do Bekaa Wine Clube.

Para participar dessa seleção mensal do Bekaa Wine Club Soft é só contatar o wineclub@bekaa.com.br ou pelo  telefone (17)98111-5657. Vale a pena!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.