SOBRE
Osvaldir Castro
Biólogo e Winemaker, ministrando cursos e palestras sobre Vinho (como hobby) e participando de várias confrarias onde, com os amigos, compartilha e troca informações referentes ao tema. Lema: como bom enófilo, Diante de decisões, tomo o vinho.

A seleção de janeiro do Bekaa Wine Club Clássico

20190119_152633

A seleção de janeiro do Bekaa Wine Club Clássico apresenta um vinho italiano, um chileno e um argentino, oferecidos aos membros do clube a preços especiais,  com excelente custo/qualidade. Vamos aos vinhos.

A Vinícola Terranoble foi fundada em 1993, por quatro empresários do Chile que decidiram realizar o sonho de criar uma adega focada em vinhos premium. Com o compromisso de desenvolver uma excelência  em Sauvignon Blanc e Merlot, instalou-se no melhor lugar para essas variedades: Vale do Maule. A vinha teve um marco histórico quando o ampelografo francês Jean Michel Boursiquot descobriu que grande parte do Merlot chileno pertencia à Carmenere extinta. Enquanto muitos voltaram à  Merlot, Terranoble decidiu aprender com esta estirpe, transformando-a  em sua atenção principal. Em 2003 e o alemão Lobo von Appenentrou mpara o grupo. Dividido entre os vales de Casablanca, Colchagua e Maule, as vinhas cobrem 450 hectares de terra, todos escolhidos considerando as diversas necessidades de cada uma das variedades. Assim, tem-se as melhores condições de clima e solo necessárias para produzir vinhos equilibrados, com grande concentração de aromas e sabores, possuindo um estilo moderno e de qualidade. São elaborados vinhos nas linhas Classic, Reserva, Reserva Terroir, Gran Reserva e Alta Gama. Atualmente a produção de Carménere é a mais importante da Terranoble, sendo a única vinícola do Chile que vende mais Carménère do que Cabernet Sauvignon.

 

Terranoble Estate Cabernet Sauvignon 2017 -  elaborado com 100% Cabernet Sauvignon, com amadurecimento em tanques de inoxidável (75% do vinho) e carvalho americano (25%). Teor Alcoólico de   13,5%. A coloração é de um rubi intenso e muito brilho . Os aromas mostram frutas vermelhas, pimenta preta, café, especiarias e algo de alcaçuz. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos suaves e bem integrados, repetindo as sensações do olfato e acidez equilibrada. Bom final, com pimenta se mostrando. Avaliação: 88/100 Pontos. Preço: R$ 37,00, aos membros do Bekaa Wine Club Clássico.

 

Finca Las Moras, pertencente ao Grupo Peñaflor,  é uma vinícola pioneira dedicada à elaboração de vinhos de alta qualidade em San Juan desde a reestruturação das vinhas em 1993 por Richard inteligente. Os vinhedos estão rodeados por amoreiras e, portanto, o nome para a adega. San Juan focada em Shiraz e Malbec juntamente com Viognier e Sauvignon Blanc é a nova fronteira para a produção de vinhos finos na Argentina. O rio San Juan é uma fonte vital de irrigação nesta região proporcionando com água de neve de fusão pura dos Andes ao Atlântico para dar origem a Zonda e Tulum vale ao contrário do Vale do Pedernal – considerado hoje como o vale por excelência para o crescimento da de mais alta uvas de qualidade – ascensão por movimentos geleira. sol brilhante e tempo extremamente seco faz com que os vales ideal para as uvas cultivadas organicamente. Finca Las Moras, com mais de 1.100 hectares de vinhedos plantados em diferentes vales, está focada em sustentabilidade, continuam a inovação e a cultura micro regiões de exploração, contribuindo com a complexidade e elegância que o impacto na fruta em cada uma das suas linhas de vinhos.

Finca Las Moras Reserve Malbec 2016 – elaborado com 100% Malbec, vinhedos de 12 anos de idade localizados a 1.350 metros de altitude. Amadurecimento 8 meses em barricas de carvalho francês e americano. Teor Alcóolico: 13,5%. A coloração  é de um rubi concentrada com halo purpúreo. Os aromas mostram frutas vermelhas (ameixa, framboesa, cassis), toques florais e especiarias. Na boca apresenta um bom corpo, concentrado, com taninos suaves e bem integrados às frutas. Longo final frutado. Avaliação: 88/100 Pontos. Preço: R$48,00, aos membros do Bekaa Wine Club Clássico.

 

Curatolo Arini  começou em 1875, com Vito Arini. É a empresa familiar mais antiga de Marsela. Arini era o nome de família da mãe de Vito. É a empresa familiar mais antiga de Marsela. Cada geração adicionou um novo capítulo à história de Curatolo Arini, continuando com essa tradição de vinificação. Na morte de Vito em 1896, o curso da adega passou para seus filhos Francesco, Vito, Leonardo e Giuseppe, para continuar a realizar seu sonho. Mais tarde, Antonio teve um papel importante no desenvolvimento da empresa. Hoje, o neto Roberto de Vito e o bisneto Sergio, gerenciam a adega, juntou-se recentemente ao filho de Roberto Riccardo e à filha de Sergio, Victoria. Curatolo Arini foi um dos primeiros a exportar para os Estados Unidos, América do Sul e Europa. Na adega de Marsala são feitos os vinhos brancos e na de Caltanissetta, localizada no belo vale conhecido como a planície de Cusatino, são elaborados vinhos tintos.

Paccamora Nero D’Avola 2014 – elaborado com 100% Nero D’Avola, vinhedo de  Favara San Cataldo, a 500 metros do nível do mar, sem passagem por madeira.  Teor Alcoólico de 13%. A coloração é de um rubi intenso e brilhante. Os aromas mostram  cereja, ameixa, jabuticaba, toques florais e algo de pimenta. Na boca apresenta um corpo médio, taninos macios, acidez pontual e bem equilibrado. Bom final frutado com o toque de pimenta se mostrando. Avaliação: 89/100 Pontos. Preço: R$65,00, aos membros do Bekaa Wine Club Clássico.

Para participar dessa seleção mensal do Bekaa Wine Club é só contatar o wineclub@bekaa.com.br ou pelo  telefone (17)98111-5657. Vale a pena!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.